sábado, 24 de setembro de 2016

Juiz Sérgio Moro espinafra advogado gaúcho Lênio Streck

No dia 18 de agosto, na Ufrgs, Lênio Streck atacou duramente Muro, ao defender o mandato de Dilma Roussef. Reunido num auditório repleto de comunistas e petistas, ele disse que o juiz federal criou no Brasil o que ele chamou de Morogate. CLIQUE AQUI para ver as barbaridades que Streck falou naquela noite. É uma lástima que o juiz perca seu tempo com o advogado gaúcho, que sempre esteve decididamente do lado lulopetista.


O blog O Antagonista informa hoje que o advogado gaúcho Lenio Streck acusou Sergio Moro de ter a sentença pronta no caso Bumlai antes das alegaçōes finais da defesa. Uma distorção que deu pano para manga nas redes sociais.

Sergio Moro respondeu:


"Vale esclarecer os fatos ao jurista Lenio Streck. A ação penal 50615785120154047000 foi conclusa para sentença em 13/08/2016. Em 09/09/2016, sentença ja em elaboração, baixei em diligência para juntar cópia faltante do acordo de Nestor Cerveró e a bem da ampla defesa. Todos já sabiam do acordo mas era relevante a juntada do documento faltante. Foi então concedido prazo as partes para querendo complementarem suas alegações finais. Apenas ratificaram suas alegações, o que fizeram até 14/09/2016, sem nada inovar nas alegações anteriores. Em 15/09/2016, foi então prolatada a sentença. O registro da conclusão foi apenas para permitir o lançamento da sentença no sistema. Críticas são bem vindas a qualquer atuação de agentes públicos. Mas convém que os fatos sejam relatados como aconteceram e não com com distorção do ocorrido. Do contrário parece má-fé, o que imagino que não deve ter sido a intenção do jurista em questão."

Editorial, Estadão - A Lavas Jato fica e a tigrada passa

Questionar eventuais equívocos e excessos de uma operação ampla e complexa como a investigação da corrupção generalizada no governo é uma obrigação dos cidadãos conscientes. A mídia tem feito isso, exemplarmente. Mas há uma enorme diferença entre a crítica objetiva e isenta e a deliberada e maliciosa tentativa de induzir as pessoas a acreditar que o erro não é a exceção, mas a regra, e que, portanto, a Operação Lava Jato deve ser proscrita, como uma coisa “do Mal”.

Um dos efeitos maléficos da prolongada – mais de uma década, tempo em que o lulopetismo conseguiu se manter no poder – divisão do Brasil entre “nós” e “eles”, personificações do Bem e do Mal, foi a crescente incapacidade de uma verdadeira legião de brasileiros que se considera bem pensante – artistas, acadêmicos, jornalistas, intelectuais em geral – de demonstrar um mínimo de isenção e objetividade diante dos principais fatos que movimentam o amplo e tumultuado cenário político nacional. O fenômeno que talvez melhor ilustre essa situação é justamente a Operação Lava Jato, símbolo do combate à corrupção na gestão da coisa pública.

(...)

Essa é a estratégia de ilustres lulopetistas que formam a quinta coluna. Na primeira linha ficam celebridades mais afoitas, abraçando Lula e Dilma em ambientes protegidos e exibindo cartazes de “Fora Temer” e “Diretas Já”.

(...)

O povo brasileiro está cansado de ser enganado e espoliado por governantes inescrupulosos e aposta firme no saneamento do aparelho estatal, até o ponto em que isso é humanamente possível. A Lava Jato fica, a tigrada – a que não for presa – passa.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Artigo, Guilherme Fiuza, O Globo - Dilma afundou o País e foi à praia no Rio

Ao lado, edifício onde Dilma tem apartamento de 200 m2, bairro Ipanema, a 200 metros da elegantíssima Vieira Souto, onde apartamentos chegam a valer R$ 25 milhões. Dilma também tem apartamento em Porto Alegre e em Belo Horizonte. O do Rio é declarado como sendo da mãe da presidente cassada por crime de improbidade. 

Progressistas de butique não se importam que as bandeiras de esquerda tenham sido usadas para roubar o país


Não há PowerPoint que consiga explicar a pedalada de Dilma Rousseff na Praia de Ipanema. Tranquila, sem contratempos, ela foi até o Leblon e voltou. Numa boa. No dia seguinte, seu ex-ministro da Fazenda foi preso. Como a torcida do Flamengo já sabia, Guido Mantega era mais um despachante da companhia.

Vejam como a senhora das pedaladas é honesta, conforme um pedação do Brasil adora acreditar: Mantega, Paulo Bernardo, Fernando Pimentel, Gleisi Hoffmann, André Vargas, Erenice Guerra, João Vaccari... Chega. Já sabemos que a cada enxadada corresponde uma minhoca.

Todo o estado-maior de Dilma, e o menor também, está enrolado com a polícia. E ela está na praia. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Dilma não será secretária da Fazenda de Luciana Genro

O blog O Antagonista diz que Luciana Genro será eleita prefeita e Dilma será sua secretaria da Fazenda em Porto Alegre.

Não acontecerá nada disso.

Luciana despencou de 23%, primeira posição, agosto, para apenas 12%, quarta colocação, que agora é ameaçada por Maurício Dziedricki, PTB.

Candidato de Marcos Martinelli lidera disputa em Manaus. Arthur Virgílio tem 42% das intenções de votos.

O editor conversou na manhã deste sábado com o jornalista Marcos Martinelli, que está em Manaus e faz o marketing político da campanha à reeleição do prefeito Arthur Virgílio, PSDB (foto ao lado). Martinelli virá domingo a Porto Alegre para votar. Ele coordenou os marketings vitoriosos de Fortunati e Sartori, mas este ano resolveu não fazer campanha no RS. 

 Arthur Virgílio lidera as intenções de votos com 42%. A pesquisa é do Ibope. O segundo colocado é Marcelo Ramos (PR) com 20%. Já em terceiro lugar está Serafim Corrêa (PSB) que aparece com 10% de aceitação dos eleitores. A lista continua com José Ricardo (PT), no quarto lugar, com 6% das intenções de voto.
A quinta posição apresenta um empate entre Hissa Abrahão (PDT) e Silas Câmara (PRB), ambos com 5% das intenções de voto. O candidato Henrique Oliveira (SD) surge no sexto lugar da pesquisa totalizando 3%. No sétimo lugar também ocorre um empate com Luiz Castro (Rede) e Queiroz (Psol), com 1%. Votos brancos e nulos somam 4%. Entrevistados que não sabem ou não responderam correspondem a 3% do total.


Em um levantamento anterior, realizado pelo instituto, entre os dias 20 e 23 de agosto, Arthur Neto tinha 32% de intenções de voto; seguido por Marcelo Ramos com 16%, Serafim Corrêa com 10%, Henrique Oliveira, Hissa Abrahão, Silas Câmara e José Ricardo com 5%, Luiz Castro e Queiroz com 1% cada. Brancos e nulos eram 8%, e indecisos somavam 3%.

PF investiga quadrilha que frauda urnas eletrônicas no RS

A PF acha que pode ser um engodo, mas prendeu bandidos em Brasília e Xangri-Lá. 

A Polícia Federal prossegue investigando as denúncias feitas pelo prefeito de Canoas, Jairo Jorge, segundo as quais uma quadrilha especializada ofereceu seus serviços para fraudar as urnas nas eleições do domingo que vem.

O prefeito soube da oferta, gravou tudo e entregou o material para a PF.

A quadrilha já tinha procurado outros Partidos.

CLIQUE AQUI para examinar esta reportagem do G1, com fotos, videos e áudios dos grampos colocados pela Polícia Federal, que orientou o prefeito nos contatos com os bandidos.

Polícia Federal acelera investigações sobre R$ 500 mil apreendidos no comitê da campanha de Beth Colombo, Canoas

Os adversários da candidata aproveitam o incidente para denunciar o PT.

A Polícia Federal dá andamento, hoje, sábado, às investigações para apurar a origem dos R$ 500 mil apreendidos na quinta-feira de noite na sede do comitê de campanha de Beth Colombo, candidata do PT e do PRB à prefeitura de Canoas, o mais importante município da região metropolitana depois de Porto Alegre. A PF também apreendeu computadores e celulares.

O tesoureiro da campanha, Guilherme Ortiz, desligado do cargo depois da operação policial, foi conduzido coercitivamente para prestar depoimento. Sua casa também foi vasculhada e ali estavam R$ 300 mil. Ele não quis falar e nem justificou a origem do dinheiro.

O valor, R$ 500 mil, supera muito o que a candidata declarou ter recebido até agora, R$ 190,8 mil.

Guilherme Ortiz é do PT e foi secretário de Habitação da atual gestão do prefeito Jairo Jorge, também do PT.

Artigo, David Coimbra, Zero Hora - Para que serve o azulzinho

A ilustração ao lado consta da edição do conto "O azulzinho que amava", também de David Coimbra. CLIQUE AQUI para ler.


Se o Google não me iludiu, e o Google é como uma mulher, que ilude e negaceia, mas se desta vez não me iludiu, a EPTC tem 1.117 funcionários.

Toda essa gente, claro, não fica apenas cuidando do trânsito. A EPTC cumpre várias funções, que sei.

Mas nem todas as cidades do mundo contam com órgãos similares à EPTC. Aqui onde moro, por exemplo, quem controla o trânsito é a polícia.

(...)

Então, pergunto:

Será que Porto Alegre não seria uma cidade mais segura se os mais de mil funcionários da EPTC trabalhassem na Brigada Militar?

Será que os candidatos a prefeito de Porto Alegre não poderiam pelo menos cogitar essa possibilidade?

O que você prefere ter diante da sua casa: um azulzinho ou um PM?

Responda, por favor.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Lya Luft, Zero Hora - Belos, cálidos dias

Aquela criaturinha chamada esperança canta no peitoril da minha janela

A gente nasce sem querer, numa família não escolhida (ou cada alma escolhe a sua?), com uma bagagem de genes que nem Deus sabe direito no que vão dar — lançados no grande mundo, ainda por cima tendo de desempenhar direito nosso papel.

Que papel? O que a família exige? O que a sociedade espera? O papel que cobramos de nós mesmos enquanto corremos entre acertos e trapalhadas, dor e graça, tateando num nevoeiro de confusões, emoções, razões e desesperos – ou contentamento? Atores sem preparo, sem roteiro, sem papel e sem alguém que nos sopre nossas falas, nesse palco desmesurado e instável. Se for difícil demais, nos matamos de tristeza, de tédio, de medo, de solidão e vazio, ou por vingança por algo demais cruel. É quando não conseguimos desempenhar papel nenhum: escolheremos então o nada, se é que a morte é nada.


Mas em geral gostamos da vida, não nos matamos, até nos sentimos bem. Não que eu ache que somos farsantes ou falsos.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Dilma pedala no Rio, mas Lava Jato e TCU miram acabar com sua liberdade e seu patrimônio

Ontem, no Rio, Dilma pedalou para cima e para baixo no seu novo e elegante bairro, sempre acompanhada por seguranças pagos pelos brasileiros.


A ex-presidente Dilma Roussef já está morando no Rio, no Leblon, onde tem apartamento. A líder petista, além de fazer campanha para a comunista Jandira Feghalli, também pedala pelas ruas do bairro, sempre acompanhada por seguranças.

Esta semana, Dilma voltou ao centro do noticiário policial, tudo em função das revelações de Eike Batista e da prisão do seu ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega. Além disto, hoje, o Estadão revelou que o TCU quer o bloqueio de todos os bens da ex-presidente, envolvida no escândalo da Refinaria Pasadena.

CLIQUE AQUI para ler o artigo "Sinais da Lava Jato servem de alerta para Dilma".

39% do povo de Porto Alegre acham que é péssimo o governo Sartori

56% dos eleitores de Porto Alegre consideram que o governo Sartori é ruim e péssimo. O número é devastador.

Os eleitores tratam muito melhor os governos Fortunati e Temer.

Veja os números sobre Sartori:

Ótimo, 1%
Bom, 8%
Regular, 33%
Ruim, 17%
Péssimo, 39%
Não sabe, 2%

Maioria dos eleitores de Porto Alegre acha que governo Temer é regular

Ao avaliar o desempenho do governo Michel Temer entre os eleitores de Porto Alegre, o Ibope demonstrou que as coisas pioraram para ele, mas a maioria acha que regular é a melhor classificação.

Ótimo, 1%
Bom, 11%
Regular, 41%
Ruim, 13%
Péssimo, 26%
Não responderam, 9%

Opinião do editor - Tarso, Guido Mantega e a infâmia na política

O ex-ministro da Justiça, Tarso Genro, que tripudiou sobre professores universitários e autoridades públicas estaduais presos por sua Polícia Federal durante a Operação Rodin, todos devidamente algemados nas costas e expostos para fotógrafos e cinegrafistas divertirem-se regiamente, falou ontem sobre a discreta prisão do ex-ministro Guido Mantega:
- Guido não é fugitivo. Não é clandestino. Foi um grande ministro. Se tem explicações a dar, tem que dar. Mas sua prisão foi uma infâmia brutal.
Tarso Genro não é a melhor pessoa para falar sobre infâmias.
Além disto, Guido Mantega é apenas um dos ex-ministros de Dilma Roussef e Lula que já pararam na cadeia ou são investigados, são réus e poderão ser condenados, como são os casos mais conhecidos de Zé Dirceu, Antonio Palocci, Fernando Pimentel e Paulo Bernardo.

Justiça do Trabalho de Canoas leiloa R$ 76 milhões em imóveis da Ulbra

R$ 76 milhões em imóveis pertencentes à Ulbra serão vendidos diretamente pela Justiça do Trabalho de Canoas, RS.

A modalidade da licitação é de venda direta.

O leiloeiro Daniel Chaieb disse que as propostas devem ser apresentadas até o dia 30, por escrito.

Além de dois apartamentos e 16 casas, a Ulbra terá que entregar sua área do campus, um trreno com 116 mil m2.

Os imóveis estão livres de qualquer ônus.

Corag e FDRH liderarão os desmontes dos elefantes brancos

O governo Sartori aguardará apenas a realização do segundo turno para finalmente desencadear o desmonte de estatais e fundações que só produzem prejuízos.

Tudo começará pela Corag e FDRH.

Este blog chegou a 112.626 leitores num só dia, sexta-feira

O Google Analytics deste sábado demonstra o grande pico que registrou o sistema de acompanhamento de visualizações do blog www.polibiobraga.com.br, que nestas quinta e sexta-feiras voltou a superar a casa das 100 mil visitas.

Na sexta-feira o total chegou a 112.626 leitores, conforme mostra o gráfico aí ao lado

A média diária de visitas é de 40 mil, mas quando acontecimentos extraordinários ocorrem no RS ou no País, os leitores acorrem em massa ao blog. O caso dos últimos dois dias foi o da prisão do ex-ministro Guido Mantega.

Além de acompanhar com visão local o noticiário, em tempo real, o editor também produz análises e opiniões para ajudar a encorpar a massa crítica dos seus leitores. O serviço é prestado das 7h as 22h, sem intervalo.

Os leitores são incentivados a comentar suas opiniões, o que pode ser feito ao pé de cada postagem. Diariamente, o editor media 400 a 500 opiniões de leitores.

Alem desta página, o editor também disponibiliza suas informações no Facebook e na newsletter diária que envia por e-mail aos assinantes. Esta newsletter diária pode ser solicitada pelo e-mail polibioadolfobraga@gmail.com

Em queda livre, Luciana Genro aposta alto na eleição do ex-marido para a Câmara de Vereadores

Com a candidatura de Luciana Genro em queda livre (leia pesquisa do Ibope, abaixo), o Psol passou a apostar todas as fichas no ex-marido da líder psólica, Roberto Robaina.

A própria candidata assina anúncio de capa do jornal Correio do Povo de hoje (R$ 19.600,00) pedindo voto para ele.


Ao contrário de Dilma, vice-presidente esquerdista do Uruguai pagará caro por mentir sobre graduação que nunca teve

A exemplo da ex-presidente Dilma Roussef, que anunciava em seu currículo um mestrado em economia pela Unicamp, que não não tinha de fato,  também o vice-presidente do Uruguai, Raúl Sendic, filho do líder tupamaro Raúl Sendic, declarou possuir um título de graduação que nunca teve. Ao contrário de Dilma, que escapou ilesa ao se desculpar (ela atribuiu tudo a um erro de quem fez seu currículo) Sendic é processado e terá que pagar pela mentira. 

Leia o que escreve El País, de Montevidéu:

El vicepresidente Raúl Sendic fue citado por la Justicia para ser indagado por el delito de usurpación de título. Deberá aclarar el episodio del título que El Observador dio a conocer en febrero cuando informó que si bien había permitido ser presentado en documentos públicos y actos oficiales como licenciado en Genética Humana, en realidad no lo era. Luego de admitir que no tenía el título, Sendic se desmintió y aseguró que presentaría documentación que acreditaría sus estudios de Genética Humana realizados en La Habana, Cuba, aunque siete meses después esos papeles no aparecieron.

Ante la denuncia presentada por el abogado Gustavo Salle, la jueza penal Ana de Salterain fijó la audiencia para el martes 27, dijo a El País una fuente del caso, y confirmó el denunciante.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa, que é da edição deste sábado.

Veja conta o tamanho do desastre gaúcho

Nesta edição que já está nas bancas, a revista Veja dedica-se a analisar o desmonte do orgulho gaúcho, tudo em função do estado miserável em que se encontram as finanças do governo estadual, incapaz de assegurar sequer a ordem pública. 

A reportagem, assinada por Augusto Nunes, que foi diretor de Redação do jornal Zero Hora e morou longos anos em Porto Alegre, é dura ao descrever o que o jornalista enxergou nas comemorações do 20 de setembro:

A declaração de amor à autonomia político-­administrativa, reafirmada a cada 20 de setembro, colidiu neste ano com evidências contundentes de que o Rio Grande do Sul que combateu a bala a dependência do poder central hoje precisa mais do que nunca de socorros federais. Reflexos da dramática mudança são visíveis a olho nu sobretudo em Porto Alegre. Na terça-feira, por exemplo, cavaleiros, prendas e trovadores em trajes típicos comemoraram os incontáveis entreveros com tropas do Exército imperial sob o olhar protetor da tropa da Força Nacional de Segurança enviada pelo presidente Michel Temer, no fim de agosto, a pedido do governador José Ivo Sartori, do PMDB. Há mais de três semanas 120 soldados dividem com a Brigada Militar o policiamento preventivo da capital assustada com a escalada da criminalidade, que vai contagiando os grandes centros urbanos do Rio Grande do Sul.

Em seguida, cona Veja o que sucede de terrível na vida dos gaúchos neste momento, cujas famílias estão retidas dentro de casa e do escritório, correndo o risco de morte ao saírem nas ruas:

Os 1 418 homicídios dolosos ocorridos no estado em 2006 saltaram para 2 405 em 2015 e, só no primeiro semestre de 2016, bateram em 1 276. Os 351 assassinatos registrados em Porto Alegre entre janeiro e junho deste ano já ultrapassaram os 283 de 2006. 

Veja debocha do governador Ivo Sartori, que continua tentando justificar o injustificável:

“O que acontece por aqui não é muito diferente do que se vê em outros lugares do país”, ressalva Sartori, um desbocado descendente de italianos formado em filosofia que, aos 68 anos, parece ter transferido para o bigode espesso os fios que povoavam a região central do crânio. É o tipo de consolo que garante a insônia. Com a taxa de 34,73 homicídios por 100 000 habitantes, Porto Alegre ocupou em 2014 o 15º lugar no ranking da criminalidade nas capitais, a uma distância amazônica da líder Fortaleza (60,77). O mesmo índice, contudo, garantiu à metrópole gaúcha a 43ª posição no ranking das cidades mais violentas do mundo.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann formam o casal da propina e do caixa 2, diz Veja

Na próxima terça-feira, o STF decide se aceita ou não a acusação de corrupção contra a senadora no caso do Petrolão.

A revista Veja de hoje, que já circula em São Paulo, relembra que Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann são casados há duas décadas. Ela, senadora da República, foi ­ministra-chefe da Casa Civil de Dilma Rousseff. Ele foi ministro do Planejamento no governo Lula e ministro das Comunicações no governo Dilma. Ambos são petistas. Ambos integram a seleta lista de companheiros da estrita confiança do ex e da ex-presidente. Ambos são investigados pela Operação Lava-Jato. Paulo Bernardo chegou a ser preso pela Polícia Federal há três meses. Gleisi é alvo de inquéritos em curso no Supremo Tribunal Federal que a colocam como beneficiária de dinheiro do Petrolão. 

Leia toda a reportagem:

Embora os dois sejam investigados em frentes diferentes, as suspeitas que recaem sobre eles se entrelaçam. 

Descobertos, todos entoaram o mesmo mantra. Paulo Bernardo não sabia de nada. Gleisi não sabia de nada. O advogado Guilherme Gonçalves, que também defendeu a ex-presidente Dilma em processos no Tribunal Superior Eleitoral, não sabia de nada.

Mas havia gente que não sabia e tentou descobrir. Acusado de envolvimento no escândalo, um dos sócios da banca, o advogado Sacha Reck, resolveu agir. Pediu a uma empresa independente que fizesse uma auditoria nas contas e nos arquivos do escritório. O resultado surpreendeu. Foi então que ele descobriu aquilo que a Polícia Federal não demoraria a desbaratar: o contrato de serviços jurídicos com a Consist não passava de fachada. Mensagens e planilhas guardadas em pastas secretas registravam o destino final do dinheiro: “Eleitoral — Gleisi”. VEJA teve acesso aos documentos da auditoria entregues às autoridades. Ao todo, o escritório recebeu 7,2 milhões de reais da Consist. Não se sabe ainda, com precisão, quanto desse valor foi parar no caixa dois eleitoral de Gleisi, mas há fartos indícios de que não foi pouco. De acordo com os investigadores, a propina teria sido usada para pagar de tudo: ônibus para transporte de cabos eleitorais, jantares para prefeitos, motorista particular da senadora, aluguel de um flat usado como escritório informal da campanha. Um estagiário do escritório fazia o papel de entregador de dinheiro vivo, sempre que necessário. Em depoimento, ele disse ter ouvido do antigo chefe uma frase que resume bem o esquema: “O dinheiro pertencia a Paulo Bernardo, que intentava bancar a campanha de Gleisi Hoffmann para os cargos que disputasse”. Na próxima terça-feira, o STF decide se aceita ou não a acusação de corrupção contra a senadora no caso do petrolão. O casamento entre corrupção e caixa dois, ao contrário do que dizem os que desejam uma anistia generalizada, nunca foi tão perfeito.

Trincheira da Anita, R$ 13,4 milhões, Porto Alegre, será aberta ao tráfego nesta segunda-feira

Será liberado nesta segunda-feiura o trânsito na Trincheira da Anita Garibaldi, localizado na zona Norte de Porto Alegre, via que cruza a importantíssima avenida Carlos Gomes, trecho da 3a. Perimetral que liga ao Aeroporto e à saída da Capital pela BR-116. A obra elimina o cruzamento no mesmo nível entra a Anita e a Terceira Perimetral, encerrando os longos engarrafamento em uma área na qual circulam 80 mil veículos por dia.  O acesso do bairro-Centro, vão permanecer em obras.

A trincheira teve suas obras iniciadas em janeiro de 2013 e possui 210 metros de extensão, com valor total investido de R$ 13,4 milhões. 

A avenida Carlos Gomes ganhará fluidez para os veículos e linhas de ônibus. 

Sartori poderá mudar seis secretários na virada do ano

Apesar das pressões políticas e da própria necessidade de manter gestão eficaz, o governador Ivo Sartori só fará a reforma do seu secretariado na virada do ano, quando nomeará os titulares das quatro secretarias sem titular e também poderá decidir o que fazer com a Casa Civil e a secretaria da Fazenda, já que os deputados Márcio Biolchi e Giovani Feltes querem assumir suas funções em Brasília. Ambos são deputados federais de primeiro mandato.

As mudanças serão tratadas logo depois do segundo turno. 


Estão vagas as pastas da Justiça, coordenada temporariamente por Maria Helena Sartori, secretária do Gabinete de Políticas Sociais; e da Secretaria do Turismo, Esporte e Lazer, acumulada pelo secretário de Cultura, Victor Hugo. Interinamente, estão no comando da Educação, Luís Antônio Alcoba; e do Planejamento, Mobilidade e Desenvolvimento Regional, José Reovaldo Oltramari

Vacinação infantil começou as 8h em todo o País. Em Porto Alegre, 141 postos de saúde estão abertos.

As 141 unidades de saúde de Porto Alegre estão abertas desde as 8h e permanecerão assim até as 17h deste sábado, Dia D da campanha nacional para atualização da caderneta de vacinação. A campanha visa colocar em dia a vacinação de crianças com até cinco anos incompletos, crianças com nove anos de idade e adolescentes de 10 a 15 anos.

A multivacinação contempla 13 tipos de vacinas, que protegem contra 18 doenças: rotavírus, contra um dos principais agentes causadores de diarreia; poliomielite, contra a paralisia infantil; pentavalente, contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Haemophilus influenza tipo b (Hib); pneumocócica conjugada 10-valente; meningocócica conjugada C; trivalente, contra sarampo, caxumba e rubéola; além das vacinas contra febre amarela, varicela, hepatite A e a vacina contra o HPV, que previne o câncer de colo de útero e verrugas genitais.

19 presos lotam duas celas da delegacia do Palácio da Polícia, Porto Alegre

A OAB/RS vistoriou a delegacia do Palácio da Polícia retém presos e verificou a permanência de 19 homens em duas celas, sendo que alguns estão nessa situação desde o dia 14 de setembro.