quinta-feira, 24 de maio de 2012

Quebradeiras e protestos por bônus (ou por votos) no RS, SC e Brasília

 - O Correio do Povo noticiou uma fato que merece repique, até porque esta entidade Fetraf começa a usar os mesmos métodos de vandalismo do MST.  A diferença é que ela tem dirigentes responsáveis juridicamente pelo que é feito em seu nome, tanto que dois deles -  como sabes - foram indiciados pela  PF por desvio de recursos  públicos, os ex-cordenadores em SC e no RS,  no caso o deputado Altemir Tortelli (PT). A Fetraf está ou não comportando-se como uma organização criminosa? Estas manifestações agora viram fato eleitoral pois à frente delas nos diversos municípios  em que ocorrem, sempreestá o coordenador  local da Fetraf que se não é vereador é pré-candidato em 2012.

A indefinição sobre o bônus para quem pagar em dia o crédito especial a ser regulamentado pela União para atingidos pela seca motivou protestos ontem em Brasília, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. No Ministério da Fazenda, agricultores ligados à Fetraf-Sul quebraram vidros e invadiram o prédio. No Estado, ocorreram manifestações em quatro municípios. O pleito é que a bonificação seja de 50% a fundo perdido, algo semelhante ao que o Conselho Monetário Nacional (CMN) já autorizou para os nordestinos que também sofreram com a estiagem.

Apesar das mobilizações, os agricultores terminaram o dia sem garantias. Hoje haverá uma reunião entre sindicalistas e técnicos da Fazenda, em Brasília.

CLIQUE AQUI para ler toda a reportagem.

2 comentários:

Anônimo disse...

eh o Brasil, devagarzinho, entrando em transe...

acabou-se a fantasia do Brasil potencia, moçada...

Anônimo disse...

Os bagunçeiros ignorantes não sabem que NORTE e NORDESTE juntos detém 42% dos deputados e 58% dos senadores. Ora, com Minas ou Goias algumas vezes e outras não, mandam nos orçamentos e nas liberações. O poder de barganha deles é superior ao resto do País.

O que deve ser feito é melhorar a representação, um eleitor um voto.