Eduardo Leite ultrapassa o petista Marroni e livra ampla vantagem em Pelotas

Virou a eleição em Pelotas, já que o deputado Fernando Marroni, ex-prefeito do PT, perdeu a liderança para Eduardo Leite, PSDB. Pelotas terá segundo turno e se Leite não conseguir dobrar os 50% até lá, o apoio de Chiarelli e Catarina a qualquer dos dois lados será decisiva. Os números são do Instituto Methodus e serão publicados amanhã no Correio do Povo, que foi quem encomendou a pesquisa.

Eduardo Leite, PSDB - 33,3%
Fernando Marroni, PT - 25,3%
Matteo Chiarelli, DEM - 10,7%
Catarina, PSB - 9%

14 comentários:

Anônimo disse...

Maravilha! O guri é bom e chega daquele Marroni barbicha de bode.

Mariza disse...

Aa possíveis vitórias do PSDB em Pelotas e São Leopoldo são de lavar a alma.
Parabéns aos candidatos>
Mariza Abreu

andre disse...

Discordo em partes de seu comentário. O eleitor sabe bem o que quer independente do que seu candidato ( que não for para o 2º turno) pedir. Ja foi esse tempo. Se Matteo ou Catarina apoiar este ou aquele candidato, não quer dizer que seu eleitorado irá seguir o que foi pedido. O eleitor vota em quem lhe agradar independente de apoios políticos.

Anônimo disse...

E O JURANDIR?

Anônimo disse...

O Marroni foi o pior Prefeito que Pelotas já teve. Colocá-lo novamente na Prefeitura seria de uma estupidez monumental.

Anônimo disse...

Me espanta saber que depois de mensalão, envolvimento de Lula e tantas greves, alguém ainda queira ser governado por alguém do PT! Depois fazem piadas de portugueses...

Jose Carlos Lima disse...

Este jovem Eduardo Leite é sério, capaz e tem berco, é isto que precisamos. O esto é ranso antigo e ultrapassado.

Anônimo disse...

Essa pesquisa é da Methodus a mesma que dá vitória do PT em Canoas no 1o turno.


A pergunta para os trouxas de plantão, digo, para a elite da direita cheirosa de olhos/verdes, digo para o editor é: A pesquisa vale para Pelotas mas não vale para Canoas?

Vão se enchegar cambada racistas/fachistas.

Heloisa disse...

A vitória do Eduardo Leite representa muito pro PSDB gaúcho.

Em contrapartida, o Wambert, junto com Robaina, é o palhaço da eleição de Porto Alegre.

É capaz de Tarsila fazer mais votos que o candidato tucano.

Anônimo disse...

Marroni ficou ao lado de Lula quando este, no ano de 2000, chamou a cidade de Pelotas de "pólo exportador de veados".

Anônimo disse...

Marroni é a versão pelotense da Manuela, ou como se dizia antigamente um "candidato denorex": parece mas não é...

Anônimo disse...

Pesquisa de jornal que pertence a Igreja Universal, que por sua vez apóia o Eduardo... quem caminha pelas vilas de Pelotas vê que não é bem assim, e que possivelmente pode estar empatada... Eduardo está aliado ao Governo Fetter, que estáa envolvido com o fiasco dos vídeos demonstrando a roubalheira generalizada... procurem no youtube.

a.c.c.f disse...

isso e mentira tao usando a maquina
para manipular a pesquisa isso e brasil.

Robison disse...

O Fetter deve ter sido realmente um excelente prefeito, pois parece que pelotas quer manter a sucessão elegendo o candidato Eduardo Leite. Leio comentários de pessoas criticando o PT do Marroni pelo mensalão, mas o que ninguém fala é do escândalo (tão sério quanto o mensalão, ou talvez mais) da privataria tucana, protagonizada pelo partido do excelentíssimo candidato Eduardo. Isso sem levar em consideração o histórico de trabalho desse partido que é notável não só por trabalhar pelos mais ricos (grandes empresários, bancários, latifundiários) mas também por uma rigorosa opressão ao cidadão nos seus direitos mais fundamentais (vide o caso de Pinheirinho em São José dos Campos, para quem ainda necessita de um exemplo do modo PSDB de fazer política). Não acredito que o Marroni (ou o PT) seja o ideal para Pelotas, mas sei que como está a cidade não pode continuar, a gente precisa de uma perspectiva, de uma esperança. Ou seja, a luta não é pelo Marroni, mas contra a situação, o Fetter, o Eduardo e o seu PSDB.