Aécio: "Dilma perdeu a oportunidade de admitir erros e anunciar mudanças. Ela perdeu o contato com as ruas".

Disse neste sábado o senador Aécio Neves, presidente do PSDB: "A hora de se pronunciar foi correta, mas o conteúdo foi incorreto"

. O líder tucano, candidato declarado à presidência em 2014, divulgou nota neste sábado criticando o pronunciamento da presidente Dilma Rousseff, na noite dessa sexta-feira, em cadeia nacional de rádio e TV. Segundo Aécio, a presidente perdeu uma oportunidade única de se conectar com a população ao não reconhecer erros. "(Dilma) escolheu fazer um discurso que reproduz o tradicional jeitinho de fazer política no Brasil: empurrando os problemas para debaixo do tapete, fingindo que não tem nada a ver com o que está acontecendo, que é tudo responsabilidade dos outros, que só não fez melhor porque não foi permitido", escreveu Aécio.

. Aécio afirmou que, ao contrário do que a presidente disse, os investimentos em saúde no Brasil diminuíram nos últimos dez anos. Ele criticou ainda as desonerações que o governo fez no setor de transportes que, segundo o senador, foram "para atender lógicas e interesses específicos". Na opinião do senador, ao invés de dizer ao País que o governo não investiu na Copa seria "mais honesto mostrar as razões que levaram o governo a lutar pela oportunidade de realizá-la". Para Aécio, ao dizer que as obras dos estádios não foram feitas pelo governo e sim com financiamento público - com o dinheiro sendo devolvido mais tarde - Dilma acerta porque explica como funcionam programas do governo. "Registra-se, assim, uma nova e mais justa leitura sobre programas como o Luz Para Todos e o PAC", disse o senador, acusando o governo de apresentar estes programas como sendo realizados com recursos federais.