Autores do Ficha Limpa lançam o ‘Reforma Política Já’

Em tempos de manifestações nas ruas por mudanças na sociedade brasileira e crise da representatividade dos partidos políticos, uma rede formada por 70 instituições inicia, a partir de amanhã, a campanha Reforma Política Já. Os mesmos autores que propuseram a Lei da Ficha Limpa querem promover um chamamento público nacional para colher assinaturas suficientes para a aprovação de um projeto de lei de iniciativa popular que sugere alterações no sistema eleitoral que possam valer já nas eleições do ano que vem.

. A duas principais alterações propostas são a extinção das doações de pessoas jurídicas, e restrições às feitas por pessoas físicas para campanhas; e a realização de eleições proporcionais (para vereadores e deputados) em dois turnos, onde no primeiro os eleitores votariam nos partidos e, no segundo, nos candidatos. Isso, segundo os autores, representaria redução dos custos e maior transparência no processo eleitoral, fortalecimento dos partidos e suas ideias programáticas, e a eliminação do clientelismo e “da nefasta influência do poder econômico nas eleições”.


. A ideia é não só para transformar a proposta em projeto de lei, como aconteceu com a Lei Complementar 135/2010 (Ficha Limpa), mas sancioná-lo a tempo para que as novas regras incidam sobre a eleição de 2014. “O sistema político brasileiro está tão defasado que não é justo para o Brasil passar por outra eleição com estes moldes”, disse o juiz Márlon Reis, cofundador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).

6 comentários:

Anônimo disse...

Falta incluir o voto impresso. Não dá mais para confiar no sistema dessas urnas eletrônicas rejeitadas nos outros países e que dão resultados duvidosos (apenas concordantes com as pesquisas encomendadas - também suspeitas) que de um dia para outro "elegem" candidatos que em início de campanha ou antes dela são quase desconhecidos ou tem pouca expressão como tal.

Anônimo disse...

E POR "DEBAIXO DOS PANOS"?

QUEIMAR O SOFÁ ADIANTA?

O cara chega em casa e pega a mulher com o ricardão no sofá, aí pega o sofá,leva para o meio da rua e queima.

Brada em alto e bom som:

-NUNCA MAIS VAIS ME TRAIR NESTE SOFÁ!

Ora o projeto só afeta os bagrinhos, os tubarões continuarão a receber por debaixo dos panos,tal qual Duda declarou que recebe depósitos por paraisos fiscais.

SÓ OS IDIOTAS E IMBECIS ACREDITARIAM NUM PROJETO DESTES, PELO CONTRÁRIO A DOAÇÃO EXPLÍCITA MOSTRA AS DOAÇÕES.

SE PROIBIREM, ENTÃO CONTINUA "POR DEBAIXO DOS PANOS"COMO DUDA RECEBIA ,OS ESPERTOS TERÃO VANTAGEM,NINGUÉM SABERÁ QUE RECEBERAM.

O PROJETO NÃO É BOBEIRA,É ESPERTEZA PURA,FORTALECE OS QUERIDINHOS DAS EMPREITEIRAS E OS PETRALHAS.

ADIANTA QUEIMAR O SOFÁ?

TUDO CONTINUARÁ "A LA DUDA",POR DEBAIXO DOS PANOS.

PS.:QUEM REVISTA OS JATOS DE LULA Nas suas viajens "de negócios"?

Anônimo disse...

Vamos voltar ao voto no papel que pode ser verificado e fiscalizado imediatamente, pois a chance de fraude é mínima e aí duvido que a esquerda volte democraticamente ao poder. A justiça eleitoral é mais um 171 contra nossa frágil democracia. Qualquer tapirus terrestris sabe que tudo pode ser modificado em computadores, principalmente quando "quem cuida das ovelhas são os próprios lobos".O problema não está na urna eletrônica, esta depois que os votos saem dela e caem nas mão de maus brasileiros.

Anônimo disse...

Essa "proposta" é uma idéia de jerico. Não há reforma política possível sem a adoção do voto distrital puro, que vincula o eleito ao eleitor e possibilita a responsabilização deste último e o "recall" do eleito. E essa conversa mole de fortalecer partidos, proibir doações de PJ e restringir a de PF deve ser alguma brincadeira de ginasiais. Fim de papo, PRÓXIMO...

Anônimo disse...

Eu apoio o VOTO DISTRITAL.

Anônimo disse...

Sr. MARIO REIS!

1- O SENHOR tem razão quanto ao tempo, este SISTEMA VEM DESDE OS TEMPOS DE GETULIO e PIORADO pelos militares.

2- SENHOR MARIO REIS, NADA MUDA a tua proposta. Esta proposta NÃO ALTERA O PODER dos NORTISTAS e NORDESTINOS juntos sobre o resto do BRASIL.

SE O SENHOR MUDAR os 43% de deputados e 58% dos SENADORES do NORTE e NORDESTE, para UM ELEITOR UM VOTO, terás apoio do resto do PAÍS.

3-SENHOR MARIO REIS, somente com o VOTO DISTRITAL os CUSTOS para cada eleição são infinitamente MENORES.

Sem o VOTO DISTRITAL nada mudará, os caixa 2 permanecerá com o aval do SUPREMO! (vide julgamento do mensalão).