Brigada, segurança privada e oficial de justiça enquadram rolezinho caviar em Porto Alegre

A foto é do Correio do Povo e fala por si mesma.



Dezenas de jovens fizeram um “rolezinho” neste domingo no Moinhos Shopping, em Porto Alegre, para demonstrar contrariedade à repressão policial a grupos frequentadores de centros comerciais em São Paulo nos últimos dias. Cantando funk, dançando e visitando lojas de roupas e sapatos, eles chamaram a atenção dos clientes e dos empresários, que chegaram a fechar alguns estabelecimentos.

A nota é do site do Correio do Povo:

. “Temos que ocupar os espaços. Na periferia, não tem muitos locais de lazer. O shopping tem comida e produtos para consumir”, explicou uma das integrantes da manifestação – que ocorreu pacificamente – Carine Lemos, estudante de Pedagogia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). Antes de iniciar o passeio, os organizadores se reuniram com a Brigada Militar, com representantes do shopping e com um oficial de Justiça, que levou um mandado de citação e intimação, responsabilizando os manifestantes por qualquer avaria no comércio. “Caso haja algum prejuízo, teremos que responder judicialmente e pagar R$ 150 mil”, disse o analistade sistemas, Fábio Fleck, que organizou o “rolezinho” pela internet.