terça-feira, 26 de abril de 2016

Dilma foi aconselhada pelo diabo a mentir sem parar, diz editorial do Estadão

O título original do editorial de hoje do jornal O Estado de S. Paulo é "Dilma, a realidade e a fantasia". Leia tudo:

 Decerto aconselhada pelo diabo, aquele a quem ela recorreu em suas campanhas eleitorais, a presidente Dilma Rousseff decidiu adotar de vez a mentira como essência de seu discurso contra os adversários. A petista tem recorrido com desenvoltura e frequência ao engodo e cada vez mais parece acreditar nas fantasias que cria e conta.

Não contente em tentar enganar a opinião pública nacional, especialmente no que diz respeito à legalidade do processo de impeachment, por ela qualificado de “golpe”, Dilma dedica-se agora a espalhar sua farsa mundo afora, conforme se verifica na impressionante entrevista que concedeu à imprensa estrangeira há uma semana. O aspecto mais importante dessa entrevista não foi a reiteração da denúncia do tal “golpe”, algo que já era esperado. O mais importante foi a constatação de que Dilma está perdendo contato com a realidade, especialmente quando resolveu comentar a profunda crise econômica que ela tão cuidadosamente produziu para o Brasil.

Num dos momentos mais extravagantes da entrevista, Dilma declarou: “Nós não temos uma perda de 10 milhões de empregos, como alguns congressistas disseram. Nós não temos. Nós temos, infelizmente, uma perda de empregos, mas ela não tem esse montante, não monta a mais de 2,6 milhões de cargos. O que é uma lástima, o que é terrível”.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

9 comentários:

Alberto disse...

SAFADA

Anônimo disse...


COMPLEMENTO

http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil/cultura/video-especial-eles-estao-cuspindo-no-brasil-sem-do/

Anônimo disse...

Fizeram os diabos nas eleições ,agora o coisa ruim está cobrando a conta. haverá muito ranger de dentes.

Anônimo disse...

Relator do impeachment no Senado também fez ‘pedaladas fiscais’ quando era governador de MG

26/04/2016

Antonio Anastasia — e seu antecessor Aécio Neves — respondem no Ministério Público Federal por uma ação civil pública contra o Estado de Minas Gerais, devido ao descumprimento da Emenda Constitucional 29/2000, que fixa a obrigatoriedade de aplicação do percentual mínimo de 12% do orçamento em ações e serviços de saúde pública, como atendimentos de urgência e emergência, investimentos em equipamentos e obras nas unidades de saúde, acesso a medicamentos e implantação de leitos.

De acordo com o MPF, entre 2003 e 2012, o governo estadual descumpriu sistematicamente preceitos legais e constitucionais, “em total e absurda indiferença ao Estado de Direito”, efetuando manobras contábeis para aparentar o cumprimento da EC 29.

Por dez anos “R$ 9.571.062.581,53 (nove bilhões, quinhentos e setenta e um milhões, sessenta e dois mil reais e cinquenta e três centavos) deixaram de ser aplicados no Sistema Único de Saúde (SUS) pelo Estado de Minas Gerais”.

Abaixo notícia da Procuradoria da República de Minas Gerais, de agosto de 2015, quando ingressaram com a ação civil pública:

O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com ação civil pública contra o Estado de Minas Gerais por descumprimento da Emenda Constitucional 29/2000, que fixou a obrigatoriedade de aplicação do percentual mínimo de 12% do orçamento em ações e serviços de saúde pública, como atendimentos de urgência e emergência, investimentos em equipamentos e obras nas unidades de saúde, acesso a medicamentos e implantação de leitos.

De acordo com a ação, o governo estadual, por 10 anos, entre 2003 e 2012, descumpriu sistematicamente preceitos legais e constitucionais, "em total e absurda indiferença ao Estado de Direito", efetuando manobras contábeis para aparentar o cumprimento da EC 29.

Na prática, "R$ 9.571.062.581,53 (nove bilhões, quinhentos e setenta e um milhões, sessenta e dois mil reais e cinquenta e três centavos) deixaram de ser aplicados no Sistema Único de Saúde (SUS) pelo Estado de Minas Gerais", quantia que, em valores atualizados, "corresponde a um desfalque de R$ 14.226.267.397,38".

O resultado desse descaso, prossegue a ação, revela-se com as "filas extenuantes, a falta de leitos nos hospitais, a demora que chega a semanas e até meses para que o cidadão se entreviste com um médico, a demora na marcação e na realização de exames clínico-laboratoriais, as mortes nas filas dos nosocômios, as doenças endêmicas que vez por outra castigam a população (como foi o caso recente da dengue), a falta de remédios a serem distribuídos à população, etc.".

Para os procuradores da República, não é sem razão que após tantos anos investindo no SUS bem abaixo do mínimo constitucional, “o serviço público de Saúde, embora considerado o mais importante pela população, alcançou, em 2009 e 2010, os piores índices de satisfação” dentre os serviços públicos prestados pelo Estado de Minas Gerais, conforme relatório técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre as contas do governador do Estado no Exercício 2011.

Manobras para inflar dados - Por 10 anos, o governo estadual incluiu gastos estranhos à saúde para simular o cumprimento da obrigação de investir o mínimo constitucional.

No caso dos estados, os 12% são compostos por recursos públicos oriundos de transferências da União via Fundo de Participação do Estado (FPE) e de arrecadações de impostos estaduais (ITCD, ICMS e IPVA). Esses recursos entram no caixa do Estado a título de orçamento vinculado, ou seja, devem ser obrigatoriamente aplicados na Saúde Pública.

A legislação, inclusive, dispõe, de forma explícita, para não restar dúvidas ao governante, que os recursos vinculados ao cumprimento do mínimo constitucional em saúde devem ser investidos em ações e serviços (...)

Anônimo disse...

Não sei qual é a novidade! Nunca vi um esquerdista, muito menos um petista, falar a verdade!!!

Anônimo disse...

Ela segue a doutrina de Lenin O Genocida. Mentir, mentir sempre. Dizer a verdade é coisa de pequeno burguês, uma mentira mtas vezes se justifica pelos fins.

Anônimo disse...

Para o Petralha 21:46 existem dois tipos de BANDIDOS: Os NOÇOS BANDIDOS
e os BANDIDOS DOS OUTROS. Os "NOÇOS BANDIDOS" são HERÓIS do POVO
BRASILEIRO-Zé Dirceu, Delúbio e outros. Façam o que fizerem serão SEMPRE
NOSSOS HERÒIS! Os OUTROS BANDIDOS??? PAU NELES!!!! Não se admite concorrência
com os "NOÇOS BANDIDOS". E se alguem dos OUTROS BANDIDOS não for bandido
de fato??? Será CONSIDERADO BANDIDO TAMBÉM, temos uma MÁQUINA DE FABRICAR
BANDIDOS que serve para ACABAR com todo aquele que ATRAPALHAR A VIDA DOS
NOÇOS BANDIDOS.

Anônimo disse...

A MELHOR FOTO DE UMA PETISTA OU PETISTA DE TODOS OS TEMPOS.ESTA É A VERDADEIRA IMAGEM DESTA PILANTRA.TEM QUE MOSTRAR COMO É O LULA REALMENTE.A CARA DO LULA É FALSA,A VERDADEIRA É UMA IMAGEM HORRENDA,COM CHIFRES,BOCA ESPUMANDO E SAINDO PELAS VENTAS ENXOFRE.EU SEMPRE DISSE,QUEM ESTÁ NO COMANDO DO BRASIL NÃO É UM PARTIDO,É O PRÓPRIO ANTI-CRTISTO.ASSIM ELE VAI DOMINANDO AS PESSOAS,COM FALSA BONDADE E RAMIFICANDO SUAS INTENÇÕES REAIS.E AINDA DIZEM QUE O PAÍS É MUITO CATÓLICO,DEUS É BRASILEIRO, ETC ETC...NADA DISSO...O DIABO É BRASILEIRO,O DIABO É O PT E ELE ABRIU UMA PORTA DIRETO DO INFERNO AO BRASIL.ESTA É A VERDADE.

isabel kopezinski disse...

Anónimo palhaço tu é tao Bom que se esconde e com certeza é política ou baba ovo de partido ou seja vagabundo de cartão de confiança para so falar besteira. Imprestável e analfabeto.