TSE manda TRE agendar novas eleições em Gravataí. Bordignon não poderá disputar.

O TSE  acaba de decidir que Gravataí, RS, terá novas eleições para prefeito, já que impugnou definitivamente a candidatura do ex-prefeito Daniel Bordignon.

Caberá ao TRE agendar a data do pleito.

Daniel Bordignon, que venceu as eleições, não poderá concorrer, já que está com os direitos políticos cassados em definitivo.

Corte de apenas 0,25% na taxa básica de juros é insuficiente


O corte de apenas 0,25 ponto percentual na taxa básica de juros, definido pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central nesta quarta-feira (30), é insuficiente e mantém os juros no Brasil em um patamar ainda muito elevado.
A taxa básica de juros na casa dos 13,75% é prejudicial para a economia do País e dificulta ainda mais a saída da crise.

Em menos de 24, Lei da Intimidação chega ao Senado. Renan tenta urgência para votar e é derrotado.

O deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara, não esperou nem 24 horas para encaminhar ao Senado a redação final do projeto de lei .4850-C, a Lei da Intimidação, aprovado nesta madrugada pelos deputados.

CLIQUE AQUI para ler o ofício assinado por Maia.

Embora Renan Calheiros tenha dito que quer submeter o projeto ao exame de Comissões e de audiências públicas, o fato é que boa parte dos senadores quer pressa e pretende aprovar tudo a toque de caixa, sem mexer em nada, já que só assim a sanção presidencial poderia também sair rapidamente.

Renan Calheiros queria votar tudo hoje mesmo, mas seu requerimento de urgência foi rejeitadopor 44 x 14. O projeto foi para a CCJ.

Mas as manobras de Renan continuarão.

CLIQUE AQUI para examinar a tramitação do projeto e o que foi aprovado pela Câmara.


Chefe de Polícia do RS sofre grave acidente e é levado para hospital de Rio Grande

Rio Grande, via WhatsApp

O chefe de Polícia do RS, Emerson Wendt, sofreu grave acidente de trânsito na cidade de Rio Grande e foi levado ás pressas para o hospital da cidade.

As primeiras informações são de que o motorista oficial acabou morrendo no acidente.

O chefe de Polícia é submetido a exames na Santa Casa.

Emerson Wendt tinha viajado a Rio Grande para receber homenagem da Marinha.

O carro oficial resultou destruído, como mostra a foto.

No dia da aprovação da Lei da Intimidação, Rodrigo Maia festeja prêmio ao líder do MTST

Adivinhem quem é o pior deles.

A foto ao lado não mostra, mas ainda há pouco (16h) a Globonews mostrou um sorridente Rodrigo Maia ao lado de Guilherme Boulos, líder do MTST, um dos responsáveis pelos enfrentamentos de rua contra o governo Temer e a favor da vanguarda do atraso do PT.

A festa saiu no mesmo dia da aprovação da Lei da Intimidação, alegria de todos os que estão na foto. 

O presidente da Câmara entregou com afago, em sessão solene no plenário da Câmara, a medalha do Mérito Legislativo. A medalha é destinada a "personalidades que realizam ou realizaram algum serviço considerado relevante para a sociedade".


Na foto, o líder renegado e os deputados Rodrigo Maia, Felipe Bornier e Ivan Valente.

É um tipo invulgar de gente desprezível.

Eis tudo o que você precisa saber e como reagir no caso da Lei da Intimidação.

Lei da Intimidação ("10 Medidas Anticorrupção") irá agora ao Senado

A Lei da Intimidação (As "10 Medidas Anticorrupção") vão agora para o Senado, onde ocorrerão novas discussões e votações.

O presidente Renan Calheiros prometeu submeter tudo às Comissões e ao plenário.

O senador Renan Calheiros passa a deter nas mãos uma poderosa arma para se defender das denúncias do MPF e dos julgamentos do Judiciário.

Larápios a serviço dos governos do PT devolvem mais R$ 204 milhões para a Petrobrás

Mais R$ 204 milhões foram  devolvidos hoje à Petrobras.O valor total é resultado de 21 acordos de delação e leniência.

Eis os valores devolvidos pelos ladrões, tudo depois de acordos de leniência:

Agosthilde de Mônaco Carvalho – R$ 561.075,76
Augusto Ribeiro de Mendonça – R$ 3.654.544,12
Camargo Corrêa – R$ 13.496.160,51
Carioca Engenharia – R$ 4.514.549,36
Cid José Campos Barbosa da Silva – R$ 1.361.108,22
Dalton dos Santos Avancini – R$ 615.214,86
Eduardo Hermelino Leite – R$ 3.234.115,08
Eduardo Vaz Costa Musa – R$ 2.491.703,88
Hamylton Pinheiro Padilha Junior – R$ 56.436.661,43
João Carlos de Medeiros Ferraz – R$ 1.514.884,92
José Adolfo Pascowitch – R$ 8.061.648,61
Julio Gerin de Almeida Camargo – R$ 16.378.002,66
Luis Eduardo Campos Barbosa da Silva – R$ 3.221.368,12
Mário Frederico de Mendonça Góes – R$ 1.155.570,78
Milton Pascowitch – R$ 16.125.201,60
Pedro José Barusco Filho – R$ 41.535.289,50
Ricardo Ribeiro Pessoa – R$ 5.641.161,51
Roberto Trombeta – R$ 11.974.842,02
Rodrigo Morales – R$ 8.691.786,92
Shinko Nakandakari – R$ 1.061.455,05
Setal Óleo e Gás (SOG) – R$ 2.555.397,02

Desemprego cai pela primeira vez em cinco meses na Região Metropolitana

A taxa recuou de 11% em setembro para 10,8% em outubro, segundo levantamento apresentado hoje pela Fundação de Economia e Estatística (FEE).

CLIQUE AQUI para examinar o estudo detalhado produzido pela FEE.

Estes são os culpados, segundo Onyx Lorenzoni. Saiba,também, o que mudou nas "10 Medidas Anticorrupção"

CLIQUE AQUI para saber o
que mudou nas "20 Medidas Anticorrupção".

Eis uma lista inicial de deputados que segundo Onyx Lorenzoni favoreceram a articulação e a aprovação dos ataques ao Judiciário e ao MPF:

Rodrigo Maia
Weverton Rocha, PDT
Baleia Rossi, PMDB
Agnaldo Ribeiro, PP
José Guimarães e Paulo Teixeira, PT

E mais os deputados do Centrão,tipo PR e PTB.

Onyx passou a lista em entrevista para a Rádio Gaúcha.

Nota da Procuradoria Geral da República sobre a votação das 10 Medidas Anticorrupção

Ao lado, também nota da presidente do STF.


A PGR tirou dura nota, hoje, contra as mutilações produzidas pela Câmara dos Deputados no relatório de Onyx Lorenzoni. E acusa o retrocesso. Leia tudo:

Foram mais de dois milhões de assinaturas. Um apoio maciço da sociedade brasileira, que também por outros meios se manifestou. Houve o apoio de organismos internacionais. Foram centenas de horas de discussão, de esclarecimento e de um debate sadio em prol da democracia brasileira. Foram apresentadas propostas visando a um Brasil melhor para as futuras gerações.

No entanto, isso não foi o suficiente para que os deputados se sensibilizassem da importância das 10 Medidas de Combate à Corrupção. O resultado da votação do PL 4850/2016, ontem, colocou o país em marcha a ré no combate à corrupção. O Plenário da Câmara dos Deputados desperdiçou uma chance histórica de promover um salto qualitativo no processo civilizatório da sociedade brasileira.

A Casa optou por excluir diversos pontos chancelados pela Comissão Especial que analisou as propostas com afinco.

CLIQUE AQUI para ler toda a nota. 

Entrevista, Luiz Lara, deputado do PTB do RS - Quero abrir a caixa preta dos benefícios fiscais, que envolvem R$ 15 bilhões por ano no RS.

ENTREVISTA
Luiz Lara, deputado estadual do RS, PTB

O senhor quer CPI para investigar se existe uso indevido ou descumprimento dos benefícios fiscais concedidos no RS. Qual é a sua desconfiança ?
A secretaria da Fazenda nega-se a fornecer a lista dos beneficiários e a situação de cada um. Isto é um caso histórico. TCE e MP queixam-se eternamente. E é muito dinheiro. Os governos tratam isto como caixa preta.

Estamos falando de quanto ?
Calculo que R$ 5 bilhões são concedidos anualmente pelo governo estadual. Este são valores que, grosseiramente, dependem do livre arbítrio do secretário da Fazenda. Outros R$ 10 bilhões referem-se a decisões decorrentes de leis federais ou de acertos que são feitos entre os secretários da Fazenda dos Estados.

O senhor anunciou o pedido agora, ontem. Alguém já apoiou ?
Já tenho 8 das 19 assinaturas necessárias.

Os deputados do PT, governo anterior, e PMDB, governo atual, assinaram ?
Até agora, não, mas espero contar com eles.

Não é inoportuno mexer nisso ?
O momento nacional exige transparência e exação com o dinheiro público. Ontem, o governo do Mato Grosso revelou rombo de R$ 1,5 bilhão. A que valores chegaremos no RS ? No Rio, também ontem, foi aprovada CPI com o mesmo escopo.

Ventiladores para Aeromóvel de Canoas chegam nesta quinta-feira ao RS

No sistema Aeromovel, os motores são localizados nas estações de passageiros e acionam os ventiladores que geram o fluxo de ar da propulsão.  O fluxo de ar pressurizado é dosado conforme a velocidade e aceleração requeridas para o sistema em cada situação, seja para empurrar ou puxar o veículo.

A partir desta quinta-feira começam a chegar os seis ventiladores para a Linha 1 do sistema Aeromovel de Canoas.   A primeira linha do Sistema Aeromovel de Canoas ligará os bairros Mathias Velho e Guajuviras, com 4,7km de extensão e 7 estações. O projeto completo prevê 18km de extensão, 27 estações e transportará 12 mil passageiros/hora no pico e 82 mil passageiros/dia.

Os ventiladores que foram adquiridos em janeiro deste ano, são fornecidos pela empresa SOMAX, com tecnologia da Chicago Blowers, dos Estados Unidos.

Vendas (receita líquida) de máquinas despencaram 22% em outubro

A receita líquida total dos fabricantes de bens de capital mecânicos do País totalizou R$ 5,0 bilhões em outubro, numa queda de 14,8% em comparação com setembro e de 22,0% em relação a outubro de 2015. De janeiro a outubro de 2016 a receita elevou-se a R$ 55,8 bilhões – queda de 26,0% frente aos 10 primeiros meses do ano findo.
         
O resultado foi divulgado hoje pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) durante coletiva de imprensa em São Paulo.

A Abimaq não enxergta melhora do cenário no curto prazo. O que diz a entidade:

- As quedas divulgadas recentemente pelo IBGE em relação aos principais indicadores econômicos e os altos níveis de ociosidade das indústrias são indicadores de que, no curto prazo, a retomada dos investimentos não se viabilizado. Os dados divulgados até o mês  de outubro, consonantes com o padrão de desempenho do setor.

Para este ano, a previsão é de queda ao redor de 25% nas vendas de máquinas e equipamentos em relação a 2015.

Onyx é soterrado por telefonemas de apoio ao relatório das "10 Medidas Anticorrupção"

Brasília, via WhatsApp


O deputado Onyx Lorenzoni, DEM do RS, está neste momento (12h31min) no seu gabinete, cercado de assessores, que não conseguem braços para atender todas as ligações de telefone que são disparadas de todo o País.

É apoio unânime ao relatório apresentado ontem na Câmara e que foi esquartejado e esgualepado pela maioria dos deputados.

O deputado gaúcho está mais conformado, hoje, porque recebe apoios maciços por fone, celular, e-mails e manifestações nas redes sociais, jornais, rádios e TVs de todo o País.

Rede Havan explica por que não consegue entrar no mercado do RS

Em entrevista para o jornal Zero Hora, o proprietário da rede de lojas Havan, Santa Catarina, Luciano Hang, falou sobre as dificuldades de implantar uma loja no Rio Grande do Sul e citou Canela como um exemplo das dificuldades que enfrenta:

 - Temos uma vontade grande de estar no RS, mas sempre foi muito difícil. A primeira filial deveria ter sido em Porto Alegre. Encaminhei o projeto em 2000, esperei seis anos e nem sequer foi analisado. Construí 93 lojas e nunca mais retornamos. Depois tentamos fazer uma loja de 20 mil metros quadrados em Canela, mas aí a burocracia não deixou construir a estátua da liberdade.

As réplicas da estátua da Liberdade, padrão da rede, que costumam ficar do lado de fora das lojas, possuem 35 metros de altura.

Em Canela, a prefeitura admitiu apenas a metade do tamanho.

A Havan vende de eletrodomésticos a roupas de bebê e faturou mais de R$ 4 bilhões em 2015.

CLIQUE AQUI para examinar como a Wikipedia enxerga a Havan.

Só PT, PSDB e PDT do RS votaram em massa na proposta que ataca a Lava Jato

Estes são os deputados gaúchos que votaram a proposta que criminaliza juízes e procuradores. A proposta, na prática, é um ataque direto a operações como a Lava Jato. Não é uma anistia ao caixa 2, o que destruiria a Lava Jato, mas é um ataque direto a juizes e procuradores, intimidando-os desde agora.

Afonso Hamm PP, Não
Afonso Motta      PDT, Sim
Alceu Moreira     PMDB, Sim
Bohn Gass, PT, Sim
Cajar Nardes, PR, Não
Carlos Gomes, PRB, Sim
Covatti Filho, PP, Não
Danrlei de Deus Hinterholz, PSD, Não
Darcísio Perondi, PMDB, Sim
Giovani Cherini, PR, Sim
Heitor Schuch, PSB, Não
Henrique Fontana, PT, Sim
Jerônimo Goergen, PP, Não
João Derly, REDE, Não
Jones Martins     PMDB  PmdbPen     Sim
José Fogaça, PMDB, Não
Jose Stédile, PSB, Não
Luis Carlos Heinze, PP, Sim
Luiz Carlos Busato, PTB, Não
Marco Maia, PT, Sim
Marcon, PT, Sim
Maria do Rosário, PT, Sim
Mauro Pereira, PMDB, Sim
Nelson Marchezan Junior, PSDB, Sim
Onyx Lorenzoni, DEM, Não
Paulo Pimenta, PT, Sim
Pepe Vargas, PT, Sim
Pompeo de Mattos, PDT, Sim
Renato Molling, PP, Sim
Sérgio Moraes, PTB, Sim


Total Rio Grande do Sul: 30 votos 

Artigo, Tito Guarniere - Convicção e responsabilidade

É preciso um irrefreável facciosismo para ver culpa no presidente Michel Temer (PMDB) no episódio meio escabroso, em que um ministro dá uma de coronel do sertão baiano e pressiona um colega de ministério, a respeito de um problema de interesse pessoal.

Está mais do que claro: o presidente intervém com o objetivo claro de arbitrar a desavença, visando acomodar os ânimos, e propondo levar a pendência a uma outra (e pertinente) instância, a Advocacia Geral da União.

Os dois volumes já publicados de “Os Diários da Presidência”, de Fernando Henrique Cardoso, relatam casos e casos de diferenças entre ministros e auxiliares.

Os governantes têm horror a essas disputas - às vezes só de “beleza” - porque brigas internas sugerem falta de comando, de coesão e unidade do governo, desgastam-no e, no limite, degeneram em crise.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Bandos mascarados depredaram o MEC

Um grupo de bandoleiros, a maioria mascarados armados, invadiu e ocupou, nesta terça-feira o Ministério da Educação pedindo a saída de Michel Temer.

Os bandidos quebraram vidraças, portas, cadeiras, caixas eletrônicos, computadores e  também protestam contra a PEC 55 e contra a medida provisória do ensino médio.

Fotos e filmes foram capturados pelos servidores do MEC.

O ministro tirou nota para protestar contra o terror.

Melhora do Índice de Confiança da indústria indica retomada da economia logo mais adiante

O índice de confiança da indústria (ICI) alcançou 87,0 pontos em novembro, de acordo com a leitura final da Sondagem da Indústria, divulgada há pouco pela FGV. O resultado, que é equivalente a um ligeiro avanço de 0,4 ponto em relação a outubro, foi explicado pela elevação de 0,5 ponto do indicador de expectativas e de 0,2 ponto do índice que mensura a situação atual. A expansão do ICI na margem foi inferior à alta de 1,1 ponto observada em sua leitura preliminar e insuficiente para reverter a queda de 1,6 ponto verificada no mês passado. Somado a isso, o nível de utilização da capacidade instalada apresentou ligeira alta, ao subir de 73,7% para 74,0% entre outubro e novembro. 

Os resultados das sondagens deste mês, sustentam a expectativa de retomada mais gradual da atividade econômica à frente. 

Operação Acrônimo realiza nova fase, desta vez em Brasília e Tocantins

A Polícia Federal deflagou nesta quarta-feira, 30, a 12ª fase da operação Acrônimo, que busca enquadrar o governador petista de Minas, Fernando Pimentel, até agora protegido por decisões inéditas do STJ. 

Foram compridos quatro mandados de condução coercitiva em Brasília e no Tocantins contra suspeitos de envolvimento em fraudes no Detran.

Entre os alvos de condução coercitiva estão o deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (DEM), filho do ex-governador José Wilson Siqueira Campos.

Além dele, o ex-diretor do Detran coronel Julio Cesar Mamede, que foram citados na delação premiada do empresário Benedito Oliveira, o Bené

Procurador da Lava Jato vê fim da guerra à corrupção

O procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, da força-tarefa da Operação Lava-Jato em Curitiba, considera que a Câmara vencerá "pelo cansaço" as batalhas para aprovação de uma legislação que enfraqueça o combate à corrupção no Brasil.

Para ele, o fim do combate à corrupção se dará pela adoção de emendas e de substitutivos ao projeto das 10 Medidas Contra a Corrupção, como a que foi aprovada na madrugada desta quarta e que prevê a responsabilização de membros do judiciário e do Ministério Público por abuso de autoridade.

"A emenda é totalmente subjetiva e permite calar qualquer juiz ou procurador", avisou Carlos Fernando.

Nesta quarta-feira, governo Sartori pagará R$ 2.150,00 para cada servidor

Nesta quarta-feira, dia 30, os servidores do Executivo do governo do RS receberão seus salários de modo parcelado, pela décima vez consecutiva.

Cada funcionário terá direito a R$ 2.150,00.

TVE precisa se justificar

Reunido com o setor do audiovisual na sede do BRDE em Porto Alegre, o presidente da Ancine Manoel Rangel ouviu apelos sobre a TVE que está na mira de cortes do governo gaúcho. Rangel respondeu o óbvio: As TVs públicas precisam se justificar.




Dia será ensolarado e frio no RS

Porto Alegre, 9h28min, 22 graus

Neste momento, está ensolarado o dia no RS. Em Porto Alegre faz frio, o céu azul está bordado com nuvens densas e brancas, mas há leve brisa sobre as copas das árvores de bairros como Petrópolis, onde mora e trabalha o editor. 


Alguns pontos do Estado, especialmente de vales, registraram nevoeiro e neblina no começo desta quarta-feira. 

Apesar do frio cedo, a temperatura se elevará rapidamente e a tarde registrará marcas muito agradáveis para esta época do ano. Em Porto Alegre, as marcas ficarão entre 12°C e 26°C.

Edital de privatização do Aeroporto Salgado Filho será lançado hoje em Brasília

O governo federal divulgará ainda hoje, quarta-feira, o edital de concessão do aeroporto Salgado Filho. Além do terminal de Porto Alegre, os de Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Florianópolis (SC) também terão a administração oferecida à administração privada.


O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, o secretário-executivo do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), Wellington Moreira Franco, e o diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), José Ricardo Botelho, concederão entrevista coletiva para explicar o projeto.

PTB do RS quer CPI dos Incentivos Fiscais

O deputado Luís Lara, PTB do RS, começou a recolher assinaturas para criar CPI sobre Incentivos Fiscais para Empresas.

A lista de empresas beneficiadas é o mais completo segredo e tem unido todos os governos e de todos os Partidos que passaram pelo Piratini.

STF aprova aborto até o terceiro mês. Câmara promete reagir.

Na Câmara,ontem a noite, os deputados evangélicos prometeram reagir e aprovar lei proibindo qualquer tipo de aborto, a não ser os já previstos. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anunciou a criação de uma comissão especial para tratar do caso.

A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) abriu nesta terça-feira  uma nova jurisprudência e não viu crime na prática de aborto realizada durante o primeiro trimestre de gestação - independentemente do motivo que leve a mulher a interromper a gravidez.

A decisão da 1ª Turma do STF valeu apenas para um caso, envolvendo funcionários e médicos de uma clínica de aborto em Duque de Caxias (RJ) que tiveram a prisão preventiva decretada. Mesmo assim, o entendimento da 1ª Turma pode embasar decisões feitas por juízes de outras instâncias em todo o País.

Durante o julgamento desta terça-feira, os ministros Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Rosa Weber se manifestaram no sentido de que não é crime a interrupção voluntária da gestação efetivada no primeiro trimestre, além de não verem requisitos que legitimassem a prisão cautelar dos funcionários e médicos da clínica, como risco para a ordem pública, a ordem econômica ou à aplicação da lei penal.

Os ministros Luiz Fux e Marco Aurélio Mello, que também compõem a 1ª Turma, concordaram com a revogação da prisão preventiva por questões processuais, mas não se manifestaram sobre a criminalização do aborto realizado no primeiro trimestre.

Traição da Câmara dos Deputados infla manifestações de rua deste domingo

A traição perpetrada nesta madrugada pela maioria da Câmara, terá resposta popular neste domingo, porque ela inflou o clamor público contra os deputados que desfiguraram as "10 Medidas Anticorrupção", favorecendo os crimes políticos e abrindo o flanco para ataques à Lava Jato.

A anistia ao caixa 2 não passou, mas o garrote vil  a juízes e promotores, proposto pelo PDT e aprovado por ampla maioria, atacam igualmente operações como a Lava Jato.

O povo brasileiro não irá para as ruas para defender privilégios das corporações do serviço público, como aconteceu ontem em Brasília, mas para combater a corrupção, o que não fizeram ontem os bandoleiros que promoveram atos de terrorismo.

As palavras de ordem contra a corrupção não estiveram presentes nos atos que baderneiros promoveram ontem a noite diante do Congresso Nacional, mas serão a consigna principal dos atos deste domingo.


Pompeo de Matos emplaca três mudanças que fortalecem advogados do Brasil

O deputado gaúcho Pompeo de Matos (foto ao lado), que é advogado, conseguiu aprovar nesta madrugada uma série de três propostas que passam a integrar as 10 medidas anticorrupção:

1) Advogados e representantes do Ministério Público terão que ocupar a mesma posição nas audiências (atualmente, promotores e procuradores sentam sempre ao lado do juiz, enquanto que os advogados ficam confinados junto com seus defensores.

2) O exercício ilegal da advocacia passa a ser crime.

3) Será penalizada a violação de direitos e prerrogativas dos advogados.

Pompeo de Matos, PDT, discutiu as propostas diretamente com o presidente da OAB, Claudio Lamacchia, que esteve presente em Brasília durante toda a sessão de ontem a noite e madrugada de hoje.

Câmara aprova vendetta contra juízes e procuradores. Lava Jato é ameaçada de morte.

CLIQUE AQUI para saber como votaram os deputados federais gaúchos (e também de todo o Brasil) na emenda que ameaça a Lava Jato, prevendo punições para juízes e procuradores do Ministério Público.

A Câmara não teve coragem sequer de apresentar a emenda que anistiava o caixa 2 nas "doações" a Partidos e políticos, o que inviabilizaria totalmente operações como a Lava Jato, mas aprovou na calada da noite uma emenda (leia a seguir) que representa uma vingança contra membros do Judiciário e do Ministério Público.

É uma vendetta.

O texto foi empurrado para dentro do pacote anticorrupção que chegou à Câmara apoiado por 2,4 milhões de brasileiros. Trata da punição de juízes como Sergio Moro e de procuradores como os membros da força tarefa da Lava Jato por “abuso de autoridade”. As penas vão de dois meses a dois anos de cadeia, mais multa, contra todas as autoridades que ajuizarem “ação civil pública e de improbidade temerárias, com má-fé, manifesta intenção de promoção pessoal ou visando perseguição política.'' Qualquer pessoa pode ajuizar. Juiz que conceder entrevista sobre processos pendentes em julgamento vai para a cadeia.

São critérios totalmente subjetivos.

O resultado da votação, por acachapante, revela o tamanho do desejo da Câmara —apinhada de investigados— de enquadrar investigadores e julgadores. Votaram a favor da proposta 313 deputados. Contra, 132 contra. Houve 5 abstenções. 

O blog O Antagonista fez uma conta de chegar para verificar a percentagem de deputados que ficaram do lado dos criminosos, por bancada:

PCdoB,100%; PT: 98%; PRB, 95%; PDT, 87,5%; PR, 83%; PMDB, 82%; PP, 821%; DEM, 71%; PSD, 61%; PSB, 57%; PSDB, 24%.


Câmara "aprova' as "10 Medidas Anticorrupção". Emenda prevê punição a juízes e procuradores.

Traído e vaiado por deputados que queriam vendetta contra juízes e procuradores, Onyx saiu derrotado do plenário. 


Nesta madrugada, a Câmara dos Deputados "aprovou" por 450 votos a favor, um contra e três abstenções, o texto-base do Projeto de Lei (PL) 4.850/16, que trata das medidas de combate a corrupção. No total, foram apresentadas 12 emendas ao projeto, que foram rejeitadas pelo relator, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), e 16 destaques a pontos do texto, mas logo em seguida, na calada da noite, as medidas propostas por Onyxe aprovadas pela Comissão Especial, foram desfiguradas. Medidas originais consagradas de verdade, foram apenas duas. Onyx foi esfaqueado pelas costas pela maioria dos seus colegas. Ele chegou a ser vaiado em plenário. Os deputados queriam proteção contra a Lava Jato e também vendetta. E conseguiram.

O deputado Zé Geraldo (PT-PA) foi o único a se posicionar contra o texto-básico

A proposta de anistia ao caixa 2 sequer foi apresentada, mas os deputados atacaram a Lava Jato de modo oblíquo, já que uma das mudanças mais significativas e que ameaça a Lava Jato, foi a aprovação da proposta apresentada pelo líder do PDT, Weverton Rocha (MA), que propõe punir o abuso de autoridade praticado por magistrados e membros do Ministério Público (MP). O argumento dos parlamentares para a aprovação da medida foi que não poderia se admitir no país mais “privilégios a ninguém”.

Em votação nominal, a emenda ao pacote anticorrupção foi aprovada por 313 votos a favor, 132 contrários e cinco abstenções.

As "10 Medidas Anticorrupção" foram estupradas, injuriadas, esquartejadas e traídas vergonhosamente.

Acompanhe estes outros pontos contrabandeados elos deputados:

- Os criminosos não terão de devolver a fortuna acumulada com propinas.
- O tempo de prescrição continuará com réu foragido.
- Os partidos não poderão ser punidos pelo roubo.

Há mais.