Leo Pinheiro, OAS, diz para Moro que Lula orientou-o a destruir provas da corrupção do PT.

José Aldemário Pinheiro, o Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, o homem que comprou o triplex para Lula,  disse em depoimento ao juiz Sérgio Moro, nesta quinta-feira, que foi orientado pelo ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva a destruir provas que pudessem incriminá-lo na Operação Lava Jato.

Pinheiro é réu na ação penal que envolve um triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo, e que tem Lula como um dos réus.

O que falou o empresário:

Eu tive um encontro com o ex-presidente, em junho, tenho anotado na minha agenda, onde o presidente [Lula] me fez textualmente a seguinte pergunta: Léo, o senhor fez algum pagamento a João Vaccari no exterior? Eu disse: ‘Não presidente, nunca fiz pagamentos a essas contas que nós temos com Vaccari no exterior’. ‘Como você está procedendo os pagamentos para o PT? Através do João Vaccari ? Você tem algum registro de algum encontro de contas feita com João Vacarri com vocês? Se tiver, destrua.

Clique abaixo para ver e ouvir depoimento de Leo Pinheiro no ano passado, contando tudo.