Polícia desfecha Operação Colheita Maldita para apurar fraude milionária na Cooplantio

Foi desencadeada esta manhã a Operação Colheita Maldita. Ela ocorre em oito cidades gaúchas e uma paranaense. A investigação envolve a Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto, a Cooplantio. O trabalho é da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública e Ordem Tributária (Deat).

São apurados crimes de apropriação indébita, associação criminosa e lavagem de dinheiro. 

As suspeitas surgiram a partir da queixa de agricultores que teriam sido lesados pela cooperativa. O prejuízo de apenas uma vítima, com correções, é calculado em torno de R$ 17 milhões.

5 comentários:

Unknown disse...

E o caso da fraude contra os fumicultores de Santa Cruz e seus decorrentes suicídios, Polibio???? Como ficou???

Anônimo disse...

Esse é aquele caso em que os agricultores pediam empréstimo, não recebiam (mas o dinheiro saia para alguém) e, portanto, não pagavam e,quando percebiam já estavam devendo milhões. Alguns se mataram. Ou já é outro caso?

Anônimo disse...

Cooperativas? Já não chega as Bancoops da vida?

Justiniano disse...

Essa empresa somente tinha nome de cooperativa, mas era um empresa que repassa produtos para os franqueados com faturamento de até 10%, sendo os franqueados obrigados a comprar e efetuar esse pagamento. Não faziam nada e ganhavam nas costas dos franqueados.

O estouro começou com o desvio de 140 mil toneladas de arroz. O chefe da quadrilha é Daltro Benvenuti, que tem todos os seus bens em nomes de parentes, para evitar arresto de bens. Deu calote até em multinacionais do setor.

Anônimo disse...

14,17 e 15,09.Prezado anônimos.
Não.
Não é o que vocês estão pensando.
Trata-se de algo muito mais evoluido em matéria de Cooperativa,só imaginável no Brasil.
Era mais ou menos assim:
Eles jogavam pouco capital.
Tinham 'REPRESENTANTES'que operavam em nome da Cooplantio.Entanderam?
Estabeleceram este negócio em todo o Estado do RS.
Eu que sou do ramo pecuário,custei para entender de como poderia ser esse negócio.Nunca entendi.
Vim entender quando não deu outra.Roubos e quebras.