Após trocas na CCJ, PP orienta voto contra denúncia

O PP, partido da base aliada do governo Michel Temer, decidiu orientar negativamente ao prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), durante sessão de votação nesta quinta-feira. O partido tem seis membros titulares na comissão e realizou diversas trocas para garantir votos a favor do Palácio do Planalto.

Antes da votação, cada líder de bancada dará orientação de como os parlamentares do partido devem votar em relação ao pedido da Procuradoria-Geral da República. Foram dois dias de sessão de debates e 78 discursos no plenário da CCJ, que somaram mais de 18 horas de discussão. A maioria dos discursos foi de deputado defendendo a admissibilidade da denúncia.

2 comentários:

Anônimo disse...

Alguém esperava outra atitude do partido da Ruralista Ana Amélia?

Anônimo disse...

#FicaTemer; #FicaPAdilha; #FicaGatoAngorá; #FicaAécio.

Polibio, convoca a Banda LoKa Liberal para liderar uma "vigilia" no Parcão, vamos juntar 372 barracas (que é o numero de votos para o Temer não ser julgado por crime comum no STF) e ficar até a votação em Plenário, que vai ocorrer em Agosto. As mulheres recatadas do Lar estão convidadas para comparecer na festa para fazer as refeições, lavar roupa, limpar as barracas, enfim o serviço de copa, cozinha e fachina enquanto os homens cantam, fazem batucada, bebem e dormem. Ou seja, vai ser uma festa de arromba.