Delegada Marta Rocha e filho de Bolsonaro encabeçam lista carioca para o Senado.

Se os leitores gaúchos deste blog consideram que muitos candidatos não deveriam integrar sequer a lista de zeladores a contratar, é porque não examinaram os nomes que estão na disputa carioca pelas duas cadeiras ao Senado..

Eis como o Instituto Paraná Pesquisas encontrou o índice de intenções de votos para cada um deles:

Não sabe
8,7%
Nenhum
14,8%
Delegada Martha Rocha
26,7%
Carlos  Bolsonaro
23,3%
Alessandro Molon
15,5%
Bernardinho
15,5%
Cesar Maia
13,0%
Chico Alencar
10,0%
Leonardo Picciani
7,2%
Washington Quaquá
4,3%
Eduardo Lopes
3,5%

9 comentários:

Anônimo disse...

Mas para um estado que já tem o Ex Jogador de Futebol Romario, que não se formou sequer na escola e já foi preso por não pagamento de pensão alimentícia, como Senador, o que se pode esperar?
Tenho pena do futuro do Brasil

Unknown disse...

Já pensaram em uma chapa presidencial com Bolsonaro e Dória???
Seria a ORDEM e PROGRESSO explícita... um belo refrão de campanha!!!

Anônimo disse...

o Brasil cansou de esquerda e de foras da lei no poder...

vamos colocar homens e mulheres da lei no poder...

chega dessa chinelagem esquerdista, de gente que so quer mesmo é se dar bem na vida fazendo politicagem e usando pobres e miseraveis para isso...

Anônimo disse...

Os três primeiros estão muito bem cotados, o povo brasileiro já começou a separar o joio do trigo. E vai ser assim... muitos deputados também não vão se eleger, principalmente aqueles que votarem contra a continuidade das investigações contra Temer na CCJ.

Anônimo disse...

Bah! Tá feia a coisa. Com esses candidatos o Rio de Janeiro não chegará a lugar algum. Não é possível que não apareça algum candidato de um nível mais alto, para representá-los. Aqui no RS conforme os candidatos que irão se apresentar para o Senado, prefiro anular meu voto a botar mais um parasita do que já existem lá. Com os impostos que sou obrigado a pagar eles não irão mais se sustentar.

Unknown disse...

E o Peixe???

Anônimo disse...

quá quá quá

Anônimo disse...

Bolsonaro e Doria, juntos? Não daria certo... Estilos complwt6amente diferentes. Um "vovô garoto" carioca e um paulista "engomadinho"? Hehehe Nem pensar! Não se suportariam nem um dia!

Anônimo disse...

Bolsonaro e Caiado - ou vice-versa - funcionaria muito melhor, a meu ver.