STJ fulmina de novo tentativa para libertar o líder petista Palocci

Palocci foi outro líder supremo do PT que passou por um dia de cão nesta quarta-feira.

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, rejeitou nesta quarta-feira pedido de liberdade ao ex-ministro Antonio Palocci, preso desde setembro do ano passado na Operação Lava Jato.

Palocci foi ministro da Fazenda de Lula e chefe da Casa Civil de Dilma.


Na decisão, a ministra manteve a decisão do juiz federal Sérgio Moro, que determinou o cumprimento imediato da pena de Palocci em regime fechado. No mês passado, o ex-ministro foi condenado a 12 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

2 comentários:

Anônimo disse...

Palocci representa a pessoa mais responsável de tudo o que aconteceu no Brasil. É um médico sanitarista e sabia do sofrimento das pessoas nas intermináveis filas do SUS. Morreram milhares de pessoas e nasceram outras milhares de crianças com deformidades no cérebro a espera de atendimento que não chegou a tempo, pois o recurso para a saúde dos brasileiros, foi desviado para o bolso dos seus gestores.

Anônimo disse...

Tem mais é que botar este fdp no pau de arara para dar com a língua nos dentes, na marra, pois até agora ele só promete delatar, mas quando chega a hora ele recorre a habeas corpus. Deve estar se cagando de medo das ameaças de Lulladrão, pois sua alma e a de seus familiares já deve estar "encomendada" pela turma do PT, assim como foi com as de Celso Daniel, Toninho do PT e outros mais. Sinuca de bico, né Paloffi?!