Petrobras reduz preço do diesel em 4,8% e da gasolina em 5,4%

 Reajustes valem a partir de sábado e são parte da política de revisão de preços que a companhia passou a adotar desde outubro de 2016.

Governo anuncia Aguinaldo Ribeiro, do PP, como líder na Câmara

Aguinaldo Ribeiro foi ministro de Dilma. Liberado para votar no caso do impeachment, ficou do lado da petista. Ele é do PP.

Lelo Coimbra, do PMDB, será líder da maioria, função criada agora

Janot quer investigar denúncia de Yunes contra Padilha

A Procuradoria Geral da República decidiu pedir autorização ao STF para investigar o ministro Elieu Padilha no caso da delação feita por José Yunes (leia notas abaixo).

DCM diz que escândalo da filha de Rosário é ação das forças da extrema direita do Brasil

O escândalo continua sem esclarecimentos por parte do Conselho Tutelar e da Vara da Infância e da Adolescência de Porto Alegre, já que Maria Laura é menor (ela tem apenas 16 anos).

O ultraesquerdista jornalista Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo (DCM), voltou ao caso das fotos e textos disponibilizados no Instagram por Maria Laura, filha da deputada Maria do Rosário, tudo para explicar que a divulgação do material ocorreu por conspiração de  militantes de extrema-direita.

Kiko Nogueira ignorou o fato de que foi a própria Maria Laura quem disponibilizou as fotos eróticas e as imagens de consumo de drogas feitos por ela e pela patota, inclusive um cão da raça Pug.

O DCM diz que teve acesso a trocas de mensagens entre membros da extrema direita, em que elas combinam a estratégia para baixar as fotografias, como chegar a certos agentes de disseminação e como "conduzir" o escândalo. 

Baixar fotografias do Instagram é obra de criança, porque a ferramenta é pública. 

Serra afrontou Temer ao pedir demissão e reassumir no mesmo dia sua cadeira no Senado

A saída inopinada de José Serra do ministério das Relações Exteriores ocorreu de modo afrontoso, porque o tucano sequer esperou pela nomeação do sucessor para passar o cargo.

Ele pediu demissão na quarta-feira e no mesmo dia assumiu seu mandato no Senado.

Se estivesse tão doente quanto alega, não teria voltado ao mandato de modo tão veloz.

Marcel van Hattem também quer Frente Parlamentar do Revogaço

O deputado Marcel van Hattem disse esta tarde ao editor que também protocolou nesta quarta-feira no departamento de assessoria legislativa da Assembleia, um pedido de criação de Comissão Especial para revisão legal do Rio Grande do Sul. A proposta deve passar por aprovação dos demais deputados em sessão plenária e, se aprovada, objetiva identificar, discutir e encaminhar soluções para os entraves decorrentes da legislação que burocratiza a vida do cidadão e do empreendedor gaúcho.

Nota a seguir, mostra que na Câmara de Vereadores de Porto Alegre ocorreu ideia igual.

O deputado reforçou que é preciso traçar limites quanto à criação de leis sem critérios que acabam prejudicando a vida do cidadão.

CLIQUE AQUI para conhecer os detalhes.

Marco Aurélio assombra ao soltar Bruno e ao justificar a libertação do assassino de Elza Samudio

O boquirroto ministro Marco Aurélio, STF, justificou assim o habeas que mandou libertar o goleiro Bruno:

- Ele tinha bons antecedentes.

Como se sabe, Jack, O Estripador, também tinha bons antecedentes.

Polícia Federal acha que não foi criminoso incêndio na sede da Lava Jato

Ao falar sobre o incêndio de segunda-feira no subsolo do prédio, o superintendente da PF no Paraná, Rosalvo Ferreira, disse o seguinte ao site Bem Paraná:

- Não há nada que indique ou aponte para um incêndio criminoso.


Nada indica ou aponte, também, atos criminosos na morte de Teori Zasvascki, na pane do avião do senador Aécio Neves, no acidente que matou Eduardo Campos e no AVC de Marisa Letícia.

E é por não temer ato criminoso que o juiz Sérgio Moro ande com escola policial federal reforçada.

Lobby por venda de terras para estrangeiros atenta contra a segurança nacional

A pressão de papeleiras como CMPC (chilena) e Stora (finlandesa) para que o governo federal revogue a lei que proíbe a venda de terras de fronteira para estrangeiros, é apenas a ponta de lança de interesses de origens diversas.

E não apenas empresariais.

A área militar já identificou as pressões e sabe que elas agem contra a segurança nacional.

Inteligência, DefesaNet - Saiba de que modo o crime organizado tomou conta do Brasil

Além de dominarem áreas da Amazônia as gangues estão interagindo com as polícias, governos e até judiciário. A área de inteligência identificou vária situações criadas para originar uma situação de desgaste para as Forças Armadas.

Equipe do DefesaNet

Os assassinatos nos presídios nos Estados Norte, Nordeste e no Sudeste e o caos nos Espirito Santo e Rio de Janeiro tem pontos comuns e outros totalmente divergentes. Embora todos estejam alinhados a questão do crime organizado, um Estado paralelo formado por organizações criminosas ligadas tanto ao narcotráfico, às polícias estaduais como aos políticos. A revelação não chega a surpreender, mas é parte das respostas obtidas pelos serviços de inteligência, que estão à frente das investigações sobre os recentes episódios no país.

O DefesaNet conseguiu com exclusividade depoimentos de agentes que estiveram nas operações de desmantelamento e identificação das gangues criminosas e das razões dos levantes. Para os investigadores da inteligência, o crime organizado tomou conta de parte do país e está muito bem estruturado, inclusive sob bandeiras políticas como as dos partidos de esquerda.

Segundo informações, as rebeliões no Amazonas e parte dos conflitos no Nordeste estão longe de apenas ser uma briga por controle de tráfico de drogas envolvendo PCC (primeiro Comando da Capital), CV (Comando Vermelho) e Família do Norte. A situação passa desde o controle dos presídios até a grilagem de terra, entre outras questões de gravidade ímpar.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Padilha não quer falar sobre delação de José Yunes

O ministro Eliseu Padilha não quer falar sobre a delação do amigo carnal de Temer, José Yunes., O ministro está em Porto Alegre para fazer cirurgia na próstata, procedimento que está agendado para segunda-feira.


Zero Hora faz as contas e constata que Yunes mentiu ao delatar Eliseu Padilha

A repórter do jornal Zero Hora, Cleidi Pereira, procurou um grupo de bancários para saber se é possível enfiar R$ 1 milhão num envelope, como alegou que fez o amigo carnal de Michel Temer, José Yunes, ao revelar para procuradores da PGR e para a revista que foi "mula" do ministro Eliseu Padilha e recebeu o dinheiro do lobista Lúcio Funaro. 

O que constatou Cleidi Pereira:

- Seria possível transportar R$ 1 milhão em um envelope? A resposta é não. Segundo bancários consultados pela reportagem, isso só seria possível se a moeda fosse euro.

Yunes falou em R$ 4 milhões, o que exigiria quatro mocilas das grandes, tudo para abrigar notas der R$ 100.

José Yunes mentiu, tentando comprometer Padilha e blindar Temer.


Nagelstein e Di Lorenzo criam a Frente Parlamentar do Revogaço

Já está em operação a Frente Parlamentar do Revogaço, proposta dos vereadores e advogados Valter Nagelstein, PMDB, e Wambert Di Lorenzo, Pros (o de calça clara).

A idéia é revogar leis que atrapalham a população e o empreendedorismo em Porto Alegre. Para isto, os vereadores começarão por reavaliar a Lei Orgânica Municipal.

O que disse Valter Nagelstein ao editor:

- Estou cumprindo a promessa de campanha, de que seria vereador para deslegislar.

O vereador citou como exemplo de "intervenção estapafúrdia" a lei que proibia colocar saleiros sobre as mesas de restaurante, vetada pelo prefeito José Fortunati.Outra lei perfunctória foi a que proibiu a instalação de fábricas de fogos de atifício.


Deputado Nelsinho Metalúrgico, PT do RS, revela tragédia familiar

O deputado estadual do PT do RS, Nelsinho Metalúrgico, que é de Canoas, postou há pouco uma mensagem no seu Facebook, comunicando que seu filho, Strefano da Silva, 25 anos, morreu nesta madrugada.

O deputado fala em tragédia e pede privacidade:

- Neste momento de tragédia familiar, precisamos ter a dor/privacidade respeitada.

O deputado prometeu mais notícias, inclusive sobre velório e sepultamento.

Cerca de 65 mil veículos devem pegar a Freeway em direção ao litoral nesta sexta-feira

Mais de 65 mil veículos devem pegar a estrada em direção ao litoral Norte gaúcho e praias catarinenses nesta sexta-feira, para aproveitar o feriado de Carnaval.

No sábado e no domingo, outros 80 mil e 30 mil veículos, respectivamente, devem utilizar a Freeway, trecho da BR-290 que leva ao litoral, segundo estimativa da Triunfo Concepa.

Inflação de Porto Alegre desacelera e varia 0,46%

O Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) de Porto Alegre, calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), desacelerou na terceira semana de fevereiro, registrando variação de 0,46%. O resultado foi 0,02 ponto percentual (p.p.) inferior ao divulgado na leitura anterior, quando foi de 0,48%.

Por região, além de Porto Alegre, o índice apresentou decréscimo na taxa de variação de preços em Brasília (0,36% para 0,35%), Belo Horizonte (0,63% para 0,41%), Recife (0,63% para 0,44%), Rio de Janeiro (0,43% para 0,33%) e São Paulo (0,50% para 0,37%.

Lava Jato quer "tralhas" de Lula de volta ao Palácio do Planalto

A força-tarefa da Operação Lava Jato, no Paraná, pediu ao juiz federal Sérgio Moro que autorize a Secretaria de Administração do Planalto a incorporar uma parte das "tralhas" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao patrimônio da Presidência da República.

Os bens estavam no cofre-forte de uma agência do Banco do Brasil, em São Paulo, segundo a Operação Aletheia - que levou o ex-presidente para depor de forma coercitiva no dia 4 de março de 2016.

Na ocasião, a Polícia Federal achou moedas, espadas, adagas, canetas, condecorações e outros objetos de valor que estavam armazenados no cofre do BB desde 2011, sem custo, segundo informou o gerente da agência.

Lula afirma ter recebido o que ele classificou como "tralhas" de presente quando exerceu os dois mandatos (2003/2010). Segundo a Procuradoria da República, os objetos estavam em nome de Fábio Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente, e da ex-primeira dama Marisa Leticia Lula da Silva - que morreu no dia 3 de fevereiro -, "conforme documentação que havia sido anteriormente apreendida por ocasião do cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência do ex-presidente".

Dólar avança mais de 1%, perto de R$ 3,10; Bovespa opera em queda

O dólar comercial subia e a Bolsa operava em queda nesta sexta-feira. Por volta das 13h10, a moeda norte-americana tinha alta de 1,45%, a R$ 3,101 na venda.

No mesmo horário, o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, perdia 0,58%, a 67.073,44 pontos.

População desempregada atinge recorde de 12,9 milhões de pessoas

O País registrou o patamar recorde de 12,921 milhões de pessoas desempregadas no trimestre encerrado em janeiro de 2017, dentro da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), iniciada no primeiro trimestre de 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado significa que há mais 3,302 milhões de desempregados em relação a um ano antes, o equivalente a um aumento de 34,3%. Ao mesmo tempo, o total de ocupados caiu 1,9% no período de um ano, o equivalente ao fechamento de 1,748 milhão de postos de trabalho.

Como consequência, a taxa de desemprego passou de 9,5% no trimestre até janeiro de 2016 para 12,6% no trimestre até janeiro de 2017, também a mais alta já registrada na série histórica da pesquisa.

Porto Alegre, deu pra ti ?!

Diferentemente do que foi alardeado durante toda a campanha do atual prefeito Nelson Marchezan Jr, de que a cidade de Porto Alegre era "feia e suja" e isso mudaria no seu governo, o que se vê depois de quase dois meses de governo é uma cidade suja, mal cuidada, com o matagal tomando as ruas e praças da cidade, com o centro de Porto Alegre tomado por mendigos e camelos em plena Rua da Praia e pela sujeira visual em todos os bairros.

E para marcar este momento, como ápice maior do vandalismo e caos que esta instalado na capital gaúcha, o centenário Mercado Público (monumento histórico), foi atacado por bandidos que expuseram toda a degradação moral e cívica que toma conta da capital gaúcha.

Se já não bastassem as centenas de mortes, assassinatos, furtos, sequestros e tiroteios até mesmo dentro de shoppings de Porto Alegre, a cidade está jogada a um nível de degradação jamais vista. Nem mesmo nos governos petistas a cidade esteve tão destruída e sem a minima perspectiva de sair do atoleiro que se encontra. Diferentemente do que os porto-alegrense alardeavam nas décadas passadas, Porto Alegre hoje está mais para Bagdá do que para Montevidéu.

CLIQUE AQUI para ver e ouvir o "hino de Porto Alegre", nas vozes de Kleiton e Kledir.

Ladrões fazem arrastão no restaurante Habib's, Porto Alegre

Com a Brigada fora das ruas desde o início do governo Sartori, ladrões, assassinos e estupradores fazem o que querem contra os cidadãos do RS. 

Ladrões armados até os dentes assaltaram durante a madrugada desta sexta-feira o restaurante Habib's, bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. 

Os  criminosos roubaram pertences de funcionários e o cofre do estabelecimento. 

Fizeram o arrastão e foram embora sem serem importunados.

Sartori agenda visita inútil à Argentina

O governador Ivo Sartori programou viagem inútil à Argentina, dia 13. A idéia é atender convite do presidente Macri, que quer reunir Sartori com governadores do seu País.

A Argentina não tem nada a conceder, mas apenas a tirar do RS.

Como o Brasil, os agentinos não têm dinheiro algum para promover investimentos e acertar parcerias com o RS.

O último grande investimento argentino no RS foi aplicado pela Impsa. Ela foi "atraída" pelo governo Tarso Genro para seu temerário Polo Naval do Jacuí. Acabou tocando um calote de R$ 140 milhões no Badesul. 

Todas as visitas anteriores de governadores gaúchos foram inúteis.

Feltes falará sobre dívida com a União no dia 9, na Assembléia

O secretário gaúcho da Fazenda, Giovani Feltes, acertou com o deputado Frederico Antunes que a sua intervenção sobre dívida estadual será dia 9.

Ele falará na Comissão de Finanças.

Na pauta a proposta federal de ajuste fiscal e as perdidas compensações da Lei Kandir.

Sartori aguardará aprovação do Plano de Recuperação dos Estado para votar ajustes que estão na Assembléia

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do Plano de Recuperação Fiscal dos Estados. A proposta interessa especialmente o governo do RS, o segundo na lista das prioridades do Planalto, já que o primeiro é o Rio de Janeiro.

A Câmara dos Deputados terá que aprovar tudo, mas parece pouco disposta a avalizar tudo.

No RS, Sartori aguardará a aprovação do Plano para levar adiante as propostas de ajuste que enviou para a Assembléia e que até agora não foram aprovadas na sua totalidade pela Assembléia.

Uma decisão dura do Congresso, facilitará a vida de Sartori, que terá menos desgaste e mais apoio dos deputados estaduais.

Superávit do governo central chegou a R$ 18,9 bilhões em janeiro

O resultado primário do governo central registrou superávit de R$ 18,9 bilhões em janeiro, acumulando saldo negativo de R$ 150,1 bilhões nos últimos 12 meses. 

Ainda que esse resultado positivo se deva a questões sazonais, uma vez que o primeiro mês do ano tem uma concentração da arrecadação, acabou superando as expectativas. A surpresa positiva se deu no desempenho das despesas, menores que as esperadas, especialmente no caso das discricionárias. Mesmo esperando novos déficits para os próximos meses, reconhecemos que essa sinalização de contenção de gastos foi positiva. Em relação a janeiro do ano passado, as receitas líquidas caíram 7,7% em termos reais, ao passo que as despesas recuaram 13,2%. Apesar dessa queda das receitas, é importante lembrar que parte desse resultado é explicada pela arrecadação decorrente das concessões de hidrelétricas, que foram computadas em janeiro do ano passado, distorcendo parcialmente a base de comparação. Ao mesmo tempo, em relação às receitas com impostos e contribuições, chama atenção os sinais de estabilização da arrecadação. 

A meta do governo para este ano é de um déficit de R$ 139 bilhões, mas, por ora, esperamos um déficit de R$ 177 bilhões, explicitando o esforço adicional que o governo deverá fazer ao longo dos próximos meses.


Confiança da indústria recuou em fevereiro

O índice de confiança da indústria alcançou 87,8 pontos em fevereiro, o que corresponde a uma queda de 1,2 ponto ante janeiro, de acordo com a leitura final da Sondagem da Indústria divulgada há pouco pela FGV. O resultado, que foi superior ao recuo de 1,8 ponto apresentado na prévia, foi puxado pela retração de 1,7 ponto do indicador de expectativas, enquanto o índice de situação atual caiu 0,6 ponto, na mesma métrica. No mesmo sentido, o nível de utilização da capacidade instalada caiu de 74,6% para 74,3% no período. 

O desempenho negativo da confiança da indústria reverteu apenas parcialmente a alta de 4,3 pontos observada em janeiro. Assim, o indicador segue apontando para alguma recuperação do setor industrial à frente.


TRT reafirma obrigação de negociações coletivas no caso de demissões das sete Fundaçõs extintas no RS

O Tribunal Regional Eleitoral reafirmou, ontem, a sentença anterior que obriga o governo estadual a realizar negociações coletivas antes de levar adiante demissões nas sete Fundações extintas por decisão da Assembléia.

O TRT negou todos os recursos do governo.

Opinião do editor - Yunes combinou com Temer a fala sobre Padilha

O amigo in pectore de Michel Temer, seu ex-assessor especial até 30 dias atrás, delatou Eliseu Padilha para os procuradores da PGR e na entrevista de uma hora e 20 minutos para Veja (leia abaixo).

É evidente que um amigão de 50 anos como o experiente advogado, jamais delataria sem ter combinado a fala com o amigão.

A idéia é proteger Michel Temer.

A entrevista de Yunes para a revista Veja está cheia de contradições e mentiras.

Resta saber se Padilha aceitará o papel de biombo.

A história do ministro não permite supor que a história acabará como combinaram Yunes e Temer.

Marchezan muda calendário dos desfiles das Escolas de Samba

Fidalgos desfila em Porto Alegre.

O prefeito Marchezan Júnior resolveu mudar a data do principal evento do Carnaval de Porto Alegre. É que ele resolveu agendar para 23 as 25 de março os desfiles  das escolas de samba e tribos carnavalescas.

Mas avisou que a festa não terá dinheiro público.

O tucano avisou que estará presente nos desfiles, que ocorrerão durante os festejos do aniversário de Porto Alegre.

Marchezan Júnior disse ontem que trabalhou para financiar tudo com dinheiro da iniciativa privada. Ele não listou os nomes dos mecenas gaudérios.

Justiça afasta M.Grupo do shopping Gravataí. Pro Overseas assume a administração.

O editor buscou, ontem, cópia da decisão do Tribunal de Justiça que afastou o M.Grupo da administração do shopping center de Gravataí (foto ao lado).

A medida foi pedida pela Ápice Securitazora, logo depois que a RGE cortou o fornecimento de energia elétrica, o que aconteceu no final de semana.

A Justiça nomeou a empresa Pro Overseas, Porto Alegre, para administrar o empreendimento. A Pro Overseas possui tremenda expertise na área e já administra outros três shoppings do M. Grupo em situação igual.

Mais dois cidadãos gaúchos são abatidos a tiros no meio da rua, Porto Alegre

A polícia continua fora das ruas e os cidadãos prosseguem abatidos como gado em Porto Alegre.

Dois homens foram mortos nesta quinta-feira, no bairro Sarandi, zona Norte de Porto Alegre. Um dos mortos era um imigrante.


O crime ocorreu as 17h30min na rua Alameda Três de Outubro. Um grupo de indivíduos chegou a atirando e efetuou diversos disparos sobre as vítimas, que morreram no local.

Sexta de carnaval irá até 34 graus no RS

Porto Alegre, 8h30min, 24 graus

Hoje será dia de sol e nuvens no Rio Grande do Sul, mas na Capital o dia começou nublado e quente. Persiste a possibilidade de chuva isolada, especialmente no Norte e no Leste do território gaúcho.

Durante o feriadão, o tempo será parecido.

Apesar de menos intenso que no começo da semana, o será quente, com sensação de abafamento e calor no período da tarde. A maioria das cidades gaúchas terá máximas acima de 30°C.


No Litoral Norte, os termômetros chegarão aos 30°C, em Torres e Capão da Canoa. Em Porto Alegre, a máxima deverá chegar a 34ºC.

Yunes tenta jogar Padilha no fogo para salvar seu amigo Michel Temer

O jornalista Josias de Souza escreve esta manhã no UOL, que a conversa de Yunes com os procuradores do MPF e com os jornalistas de Veja é mentirosa, visando proteger Michel Temer. Ele acusa Padilha de modo mentiroso para proteger seu amigo presidente. Acontece que Padilha não entrou no jogo e nem entrará. 

Leia tudo:


Amigo de Michel Temer há 50 anos, José Yunes andava sumido desde dezembro de 2016, quando se exonerou do cargo de assessor especial do presidente. Bateu em retirada do Planalto amargurado: “Vi meu nome jogado no lamaçal de uma abjeta delação”, escreveu na carta de demissão. De repente, Yunes voltou à boca do palco. Prestou depoimento à Procuradoria e deu um par de entrevistas. Contou uma história inverossímil. Nela, assume o papel de bobo, empurra o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) para dentro da frigideira e se esforça para retirar o amigo Temer de um enredo criminoso.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Fui mula do Padilha’, diz Yunes, amigo e ex-assessor de Temer. Padilha nega tudo.

A revista Veja que já está nas bancas publica entrevista com José Yunes (foto ao lado), amigo de longa data de Temer, seu ex-assessor até poucas semanas atrás, apontado em delação como destinatário de propina. O advogado revela que recebeu 'pacote' das mãosde doleiro a pedido do ministro-chefe da Casa Civil.

Padilha também falou com Veja e negou tudo.

A reportagem é de Thiago Bronzatto.

Leia tudo:

O acordo de colaboração dos 77 executivos da Odebrecht recebeu o apelido de “delação do fim do mundo” porque atinge os maiores partidos do país — do PT ao PSDB, passando pelo atual inquilino do poder, o PMDB. Prestes a ter seu sigilo levantado, essa megadelação também ameaça o mandato do presidente Michel Temer, já que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu usar parte de seu conteúdo no processo que pode resultar na cassação da chapa Dilma-­Temer. Nesta semana, o TSE ouvirá Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empreiteira, e Claudio Melo Filho, ex-­vice-presidente da empresa, para saber se eles confirmam uma das informações prestadas aos procuradores da Operação Lava-Jato: que em 2014, depois de um pedido pessoal de Temer a Marcelo, a Odebrecht repassou 10 milhões de reais em dinheiro vivo, contabilizados em seu departamento de propina, a pessoas da confiança do então vice-­presidente. Do total, de acordo com a delação, 6 milhões de reais irrigaram a campanha de Paulo Skaf ao governo de São Paulo. O pagamento do restante foi realizado “via Eliseu Padilha”, hoje chefe da Casa Civil, e um dos endereços de entrega do dinheiro foi o escritório de advocacia de José Yunes, amigo de Temer há meio século e seu ex-assessor especial.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

Sartori pagará apenas R$ 3 mil dos salários dos servidores do Executivo. Começa o 13o parcelamento seguido.

O governo Sartori pagará hoje uma parcela de R$ 3 mil aos servidores do Poder Executivo. Servidores dos demais Poderes, MPE e TCE receberão salários integrais.

Haverá parcelamento mais uma vez, pelo 13º mês consecutivo. O menor valor de parcela considerado pelo Estado é de R$ 3 mil, o que representa quitar cerca de 65% da folha. No entanto, a partir da entrada de recursos ao longo desta quinta e sexta-feira, novos depósitos poderão ser efetuados ao longo do dia. A quitação completa deve ocorrer até o final da primeira quinzena de março.

Eliseu Padilha está fora do governo por algum tempo. Ele fará cirurgia na próstata neste final de semana em Porto Alegre.

O ministro Eliseu Padilha tirou licença, ontem, do governo, alegando problemas de saúde. Ele viajou para Porto Alegre, onde mora, porque no final de semana deverá fazer uma cirurgia para retirada da próstata.

Ele está internado no Hospital Moinhos de Vento.

O ministro voltará ao governo no dia 6 de março.

No meio da semana, Eliseu Padilha internou-se no Hospital das Forças Armadas, com problemas de obstrução urinária, quando foi constatado crescimento anormal da próstata.