Depois de grossa pancadaria no domingo, Brigada pede fim do carnaval em Rosário, RS.

A Brigada Militar pediu, hoje, à prefeitura de Rosário do Sul e ao Ministério Público, para que o carnaval seja cancelado, tudo depois de um domingo de forte pancadaria, informa o G1.

A festa tem reunido em torno de 10 mil pessoas. 

A cidade tem apenas 15 policiais.

13 comentários:

Anônimo disse...

E ainda temos que pagar a conta... Brazil: pais de frouxos.

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Partindo dessa premissa necessário acabar com tudo nesse Estado. Precisamos acabar com agências bancárias por que esse policiamento nunca está nas ruas quando ocorrem ataques. Eles aparecem depois e então deitam falação a repórteres curiosos. Na semana que passou ocorreu um ROUBO que foi CONSUMADO contra um transporte de valores. A POLÍCIA JUDICIÁRIA a quem compete fato como esse assumiu a investigação e esses caras de pau agora passeiam pela região serrana tentando encontrar os autores do fato. Isto não é função deles, mas assim agem para iludir repórteres incautos e leitores tão ou mais incautos ainda.
Isto demonstra que não lhes faltam recursos humanos, falta sim um Governador que se faça respeitar e que os mande cuidarem do carnaval em Rosário do Sul. Chega de mentirem aos que pensam.

Anônimo disse...

Então tá, a culpa é da polícia.

Anônimo disse...

o Brasil esta destruido, ainda nao perceberam?

como voces nao conseguem enxergar isso?????

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Partindo dessa premissa necessário acabar com tudo nesse Estado. Precisamos acabar com agências bancárias por que esse policiamento nunca está nas ruas quando ocorrem ataques. Eles aparecem depois e então deitam falação a repórteres curiosos. Na semana que passou ocorreu um ROUBO que foi CONSUMADO contra um transporte de valores. A POLÍCIA JUDICIÁRIA a quem compete fato como esse assumiu a investigação e esses caras de pau agora passeiam pela região serrana tentando encontrar os autores do fato. Isto não é função deles, mas assim agem para iludir repórteres incautos e leitores tão ou mais incautos ainda.
Isto demonstra que não lhes faltam recursos humanos, falta sim um Governador que se faça respeitar e que os mande cuidarem do carnaval em Rosário do Sul. Chega de mentirem aos que pensam.

Anônimo disse...

Por isso político rouba e da risadas.
O povo só quer cair na gandaia.

Anônimo disse...

vejam o comovente testemunho de mulher que enchergou o diabo no meio da multidao apenas alguns instantes do carro alegorico descgovernado atropela e mata quatro folioes

Anônimo disse...

Em Rosário a tigrada sempre confundiu carnaval com DANÇA DO FACÃO, principalmente quando entra na folia o bloco familiar TE ARREMANGA E VEM, que já entra no desfile toureando o bloco OS FILHINHOS DA MAMÃE!

Anônimo disse...

Aquela indiada xucra ainda acha que para ser carnaval de verdade, tem que entrar os BLOCO DANÇA DOS FACÕES e o BLOCO FILHINHOS DA MAMÃE mostrando suas habilidades, e para tal, pegam os talheres e abrem o açougue, onde abaixo do pescoço é canela, já estando todos com os cornos cheios de kisuco até as tampas!

Alberto disse...

Guerra civil já começou...

Anônimo disse...

O velho Jorge, velho militante do partido quadrilha JAMAIS vai dizer que tudo que ocorre de ruim no Brasil tem um pai da criança, LULA & DILMA & ESQUERDALHAS, que tem horror, como também o Jorge, tem ojeriza, repulsa pelas leis que PONHAM PARA VALER OS BANDIDOS NA CADEIA. Tem razão o Jorge, pois seus cupinchas jamais iriam jogar contra o patrimônio, aprisionar a bandidagem e extinguir o partido-quadrilha, cujos integrantes continuam leves, livres e soltos. Para disfarçar, com um cinismo característico como o do Jorge, jogam a responsabilidade na policia, cansada de prender bandidos que são soltos no outro dia em nome das leis mantidas pelos seus idolos lula-dilma para proteger os bandidos. Em nome da injustiçada policia, aqui fica um JORGE VÁ A PQP!

Anônimo disse...

Venezuela no comando, junto com Cuba e a Esquerda brasileira, não temos mais saida, e o pior m=nem para onde fugir.

Anônimo disse...

Anônimo das 11:57
O Jorge e o Ruy Gessinger formam uma bela junta de jumentos petralhas, que frustrados com seus ídolos comunas, enxergam defeito em tudo. Por sinal, são irmãos.