PF e MPF investiga propinas pagas pela OAS para amante de Lula

Além dos sete processos a que já responde na Justiça Federal, Lula está sendo investigado pela denúncia feita pelo empreiteiro Leo Pinheiro, segundo a qual a OAS pagou mesadas para Rosemary Noronha, ex-chefe de gabinete da presidência da República em SP, que durante 20 anos foi amante do líder do PT.

Depois do rompimento da relação amorosa e logo após ser demitida por Dilma, Rosemary ameaçou botar a boca no trombone. Para acalmá-la, Leo Pinheiro foi mobilizado por Lula e pelo PT, o que levou a OAS a pagar mesadas para Rose e contratar a empresa do marido para prestar serviços para a empreiteira.

A Lava Jato tem provas da relação financeira entre a ex-secretária e a OAS

Leo Pinheiro, condenado a 35 anos, sete meses e 23 dias de cadeia, espera a homologação da sua delação, na qual completa outras revelações.